ABATIDO MARIANO NHONGO LÍDER DA JUNTA MILITAR DA RENAMO

O Comandante Geral da PRM confirmou a pouco instantes a morte do líder da Junta Militar da Renamo Mariano Nhongo. O incidente ocorreu por volta das 7h30min desta segunda-feira na zona central de Moçambique, depois que os guerrilheiros liderados por Mariano Nhongo entraram em confronto com as forças de Defesa, Segurança e Patrulha.

As forças de defesa, segurança e Patrulha do Governo Moçambicano, estavam à caça de Mariano Nhongo desde sua insurgência há mais de 3 anos.

Mariano  Nhongo é abatido uma semana após o Presidente da República ter confirmado que a PRM havia encontrado o esconderijo daquele grupo armado.

Refira-se que Nhongo e seus homens armados, que distanciaram-se da Renamo depois da eleição de Ossufo Momade a presidente do principal partido da oposição, estavam na origem de pequenos ataques contra a população e recusaram encontros com a Renamo para tentar resolver os seus diferendos.

Nhongo exigiu várias vezes um encontro com o Presidente da República para a assinatura de “um novo acordo de paz” por considerar sem efeito o chamado Acordo para a Paz Definitiva” assinado entre Filipe Nyusi e Ossufo Momade a 1 de Agosto de 2019.

 157 

Comentários do Facebook

One thought on “ABATIDO MARIANO NHONGO LÍDER DA JUNTA MILITAR DA RENAMO

  1. Com a morte de Nhongo eu não estou satisfeito, porque sei que em Moçambique só haverá sofrimentos com certas províncias de norte.

    Com a morte de Afonso Moçambique frequentou vários problemas, principalmente na província de Nampula e com a entrada de Nhongo tudo se normalizou algumas comidas que saiam de do Norte para ao Sul já tinha deixado de sair.

    Agora que o Nhongo morreu Moçambique irá enfrentar o máximo sofrimento e principalmente nas províncias de Norte, a escravatura irá surgir em Moçambique e a FRELIMO irá governar 1000 anos e nunca mais irá sair do poder porque o país já não tem o partido da Oposição e não o partido de Movimentos Democrático. 😭😭

    Em Moçambique não já não Paz e não Democracia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.