Álcool e Drogas consideradas lícitas são as mais consumidas por jovens e adolescentes em Moçambique | Jornal Visão

Álcool e Drogas consideradas lícitas são as mais consumidas por jovens e adolescentes em Moçambique

O
gabinete de combate ao consumo de drogas e álcool está preocupado com o aumento
de consumo estupefaciente por parte dos jovens na cidade de Maputo.

Um
relatório apresentado recentemente aponta que o número de pessoas primeiro com
perturbações mentais precipitados por produtos tóxicos subiu para 739 caso no
primeiro semestre de 2017, correspondente a 12%, contra 646 casos de 2016.
O
problema também aponta para 458 casos de consumo de álcool, contra 402 do
primeiro trimestre de 2016. Os problemas considerados causas socias como o
desemprego, baixo rendimento escolar frustrações amorosas, são os que levam os
jovens ao consumo de drogas e álcool, que muitas vezes interferem nos estudos,
crescimentos e afectam nos parentes mais próximos.
De
acordo com a Olga Mabote, o consumo de álcool por parte dos jovens atrapalha os
estudos e não e uma boa substancia para ser ingerida, acrescenta que não deve e
momento nenhum ter barracas ao redor das escolas pois isso interfere na
educação e atenção dos jovens nos estudos.
Por
outra Cisneiro Zilhão referiu que o consumo de álcool na actualidade tem sido
de forma exagerada e o facto de haver barracas ao redor das escolas não tem
nenhuma influencia para que os jovens consumam a droga e o álcool em nenhuma
circunstância.
Quem
não deixou sua opinião e o interlocutor Fernando Matsinhe, afirmando que o
álcool tem afectado física e mentalmente os jovens, e que as barracas de fronte
das escolas não tem nenhuma influência, pois se os jovens consomem
estupefacientes e por mérito próprio.
Dados
da organização da saúde apontam que as drogam consideradas licitas como o
tabaco e álcool são os que mais causam toxicodependência e distúrbios mentais
nos jovens e adolescentes inconsequentes.

Por
Angelica Miranda

Ajude-nos a crescer. Sua ajuda conta muito para nó
527

×

Olá!

Envie sua notícia ou informação pelo WhatsApp, é seguro e sigiloso. Pode confiar ou envie-nos um e-mail para redaccao@jornalvisaomoz.com

× REPÓRTER É VOCÊ. ESCREVA-NOS AGORA!
%d bloggers like this: