COALIZÃO CAPACITA JOVENS ADOLESCENTES EM MATÉRIA DE SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA

Decorre em Marracuene uma capacitação de jovens mulheres em matéria de saúde sexual e reprodutiva.

Com a duração de três, a capacitação é iniciativa da Associação Coalizão da Juventude moçambicana, organização juvenil que trabalha na área de saúde sexual e reprodutiva para adolescentes e jovens.

Faruque Simango, Representante da Associação Coalizão, referiu que a sua agremiação está representada em quase todo território nacional excepto as províncias de Inhambane, Manica e Niassa e que desta vez, querem ensinar aos jovens e adolescentes de Marracuene sobre a fotografia incluindo questões relacionadas com a saúde sexual e reprodutiva.

O evento está a beneficiar seis jovens mulheres devido as medidas de distanciamento social já descritas no último comunicado do Chefe de Estado.

No fim da formação as participantes farão uma exposição de fotografias sobre a sua vida, retratando o dia-a-dia dos jovens no seio familiar e na comunidade.

Simango avançou ainda que será feita a seleção da melhor fotografia podendo a vencedora ver suas obras expostas em Marracuene e no Centro Cultural Franco Moçambicano.

O representante da Associação faz um balanço positivo em torno do workshop e salienta que as raparigas serão acompanhadas em coordenação com o Conselho Distrital da Juventude (CDJ).

Yasmine Forte, Fotografa da Coalizão, sente-se lisonjeada em fazer parte do workshop e poder proporcionar os seus conhecimentos as demais jovens.

Yasmine diz ainda que é bom poder ver o dia-a-dia da rapariga e é o que vai se ilustrar no dia da exposição.

Maré Salomé, Funcionária na Embaixada da França, parceira do projecto, frisou ser muito interessante ver o que as meninas podem fazer pois, “podemos concluir que as mesmas aprenderam muito”.

Justino Cuna, Director da Educação em Marracuene, disse que a saúde sexual e reprodutiva é uma mais-valia pois é uma actividade que prioriza jovens do sexo feminino.

A jovem mulher empoderada, fica multiplicadora da iniciativa, replicação da informação para as outras jovens.

O que o Diretor da Educação almeja é ver jovens unidas para na transmissão de valores e experiências sobre a saúde sexual e reprodutiva delas porque este é o mês da mulher e elas merecem ser colocadas na vanguarda.

Numa outra abordagem o representante da Coalizão salientou que o número de formandos foi reduzido devido a situação actual do país, mas que nas próximas vezes o número de jovens e adolescentes será maior.

 2,646 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.