Comerciantes dos mercados da Vila de Massinga em manifestação 

Comerciantes dos mercados da Vila de Massinga em manifestação

A estrada número 1 foi nesta tarde interrompida por troncos, pneus e ferros velhos a partir do BCI ao mercado central.

As causas desta greve não estão ainda muito claras, mas algumas fontes revelaram a proibiçao de práticas comerciais à beira da EN1, paralizaçao de actividade de comércio móvel (ambulante) desde ontem pelas autoridades Municipais.

A confiscação da mercadorias e que quando a mesma é requerida, o dono de pagar muito dinheiro pra tê-la de volta, é uma das questoes que causa a fúria destes negociantes.

Manifestação em Inhambane
Momentos de manifestação registados pelo nosso repórter

Algumas das fontes que falaram ao Jornal Visão em Inhambane, dizem terem sido indicados o Mercado 7 de Setembro para a execuçao das suas actividades comerciais, mas clamam a falta de condições naquele local pois, até então não há terminal e paragens dos carros, factor muito importante no negócio que desenvolvem.

São na sua maioria vendedores de produtos comestíveis e de primeira necessidade, cosméticos, utensílios domésticos entre outros.

O comandante da polìcia Camarária, tentou sem sucesso apaziguar a situação, dado que ele não seja o indicado para interagir com os vendedores. Entretanto, veio a Presidente da Vila de Massinga Medy Geremias, que também não conseguiu falar com esse grupo simplesmente por não ter microfone e sistema de som para facilitar a interacção, afim de exporem a ela as suas preocupações.

O corpo policial autárquico ainda se encontrava no mercado da vila e ao longo da Estrada Nacional Nùmero 1 onde os comerciantes manifestavam até a nossa saída do local(17:45).

Refira-se que o caso ainda não tem desfecho aguardando-se esperançosamente  por uma saída.

De Inhambane para o Jornal Visão, Emídio Mumuane.

3.409

Perfil do Editor

Redacção
Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: