CRIADOS MECANISMOS PARA CONHECER HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO

CRIADOS MECANISMOS PARA CONHECER HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO -  A Deutsche Welle, emissora Internacional da Alemanha, criou mecanismos para dar a conhecer à história do continente Africano às gerações mais jovens.

CRIADOS MECANISMOS PARA CONHECER HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO –

A Deutsche Welle, emissora Internacional da Alemanha, criou mecanismos para dar a conhecer à história do continente Africano às gerações mais jovens.  A informação foi tornada pública nesta quarta-feira(26) em Maputo durante a cerimônia de entrega de mais de 400 USB drives com material da primeira edição do projeto “raízes Africanas” à instituições de ensino no país, bibliotecas e escolas parcerias.

CRIADOS MECANISMOS PARA CONHECER HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO -   A Deutsche Welle, emissora Internacional da Alemanha, criou mecanismos para dar a conhecer à história do continente Africano às gerações mais jovens.Durante o evento, Marlino Mubai professor de  história na Universidade Eduardo Mondlane disse que vêm nestes materiais alguns elementos complementares  naquilo que é o trabalho dos docentes de história  desde o nível primário ao universitário  porque permitem de uma forma muito simples  que tenha uma visão geral de grandes figuras da história  de África  e o grande desafio é de estar se a viver numa era em que faltam referências  pois assim não é possível divulgar  as referências da África.

CRIADOS MECANISMOS PARA CONHECER HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO -   A Deutsche Welle, emissora Internacional da Alemanha, criou mecanismos para dar a conhecer à história do continente Africano às gerações mais jovens.Mubai aponta que quando se fala de equidade de gênero  esquece-se que existiram rainhas no tempo pré-colonial que desempenharam papel fundamental na luta contra à opressão colonial mas infelizmente os jovens não sabem,  “não têm acesso e estes materiais são fundamentais para de uma forma mais acessível tenham acesso pois o material está em vídeo-online onde pode ser acessado pelo telefone e esses são elementos que se houver uma colaboração entre os professores de história de todos os níveis e os gestores desta plataforma é possível que isso sirva como elemento que vai ajudar as pessoas a conhecerem mais a sua história porque efectivamente o continente Africano precisa ter as próprias referências  pois só assim  se pode pensar a partir daí  nas soluções dos problemas de África e uma das vantagens que a história têm é de conhecer o passado”, acrescentou.

“A meta de Marcelino dos Santos é um exemplo claro da necessidade de trabalhar seriamente na divulgação dos nossos heróis, foi uma pena ver entrevistas na televisão e que muitos cidadãos não sabiam quem era Marcelino dos Santos e esta iniciativa pode trazer um contributo sobre a história do país.”, lamenta a fonte.CRIADOS MECANISMOS PARA CONHECER HISTÓRIA DO CONTINENTE AFRICANO -   A Deutsche Welle, emissora Internacional da Alemanha, criou mecanismos para dar a conhecer à história do continente Africano às gerações mais jovens.

O entrevistado referiu ainda que a necessidade de recursos é bastante importante para investigar a história e criar mecanismos de divulgação, “esta iniciativa é de África mas faz parte da Alemanha então seria muito mais se o financiamento fosse notável”, descreve Mubai.

Entretanto Raquel Loureiro coordenadora do projeto “Raízes Africanas” da Redacção Portuguesa para África na DW, revelou que o projecto nasce nos finais de 2017 e início de 2018 e é composto por 25 perfis de personalidades que marcaram de alguma forma e em diferentes épocas à história do continente.

De salientar que a biblioteca Nacional recebeu o material e através dela todas as províncias do país terão acesso ao material. O projecto foi construído por jornalistas Africanos com experiência em África e em colaboração com alguns historiadores.

651

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: