Damião Cumbane expõe Yaqub Sibindy » Opinião » Jornal Visão Moçambique

NOTÍCIA ORIGINAL PUBLICADA NO DIA17 de janeiro de 2024 @ 12:28

Pode ser uma imagem de 1 pessoa, estudando, hospital e textoNa sua conta da rede social Facebook, Damião Cumbane, faz uma narrativa, que versa Yaqub Sibindy, como alguém que está a guerrear contra Venâncio Mondlane, numa clara tentativa de enfraquecer o jovem.

O texto pode ser lido:

Está numa ofensiva, em todas as frentes, contra Venâncio Mondlane.
Parece tratar-se de um problema pessoal, ao estilo de uma pessoa que lhe foi arrancada a sua esposa ainda a querendo.
Quem ataca mais o Venâncio Mondlane não são militantes ou membros da Renamo, ou da Frelimo, que teriam bastantes motivos para o fazer, mas não o fazem.
É o Yaqub Sibindy, o Presidente do PIMO (partido individual de Moçambique) que está numa guerra sem quartel contra VM.
Que pecado o VM cometeu, contra o Sibindy, a ponto de este sentir-se o mais ofendido do que os militantes e membros activos da Renamo?
O anúncio de VM de que vai disputar a presidência do partido de que é quadro, não ofendeu os Estatutos da Renamo, não ofendeu nenhuma lei, muito menos a Constituição da República.
O próprio desafiado, o Ossufo Momade está calmo, como calmo sempre foi, o Manteiguinha derreteu ao intenso calor deste Janeiro, a Secretária geral deu conta da brasa em que se atirou e recuou para calar ou para mudar de estratégia e fazer operações menos vistosas a favor do vulgo Mafutha.
Os demais militantes e membros da Renamo estão no silêncio ou a agir de forma discreta e, por ironia do destino, é o Presidente de um partido que efectivamente existe, a cair em cima de um simples pretendente a um cargo num outro partido.
Afinal, qual é o problema do Yaqub Sibindy com o VM porque eu ainda não o consigo decifrar?
Quem deveria estar a atacar VM seria a Renamo, através da ala do Mafutha e a Frelimo, pois, VM à frente da Renamo pode tornar este partido muito mais perigoso do que sob direcção do actual líder da Renamo.
Yaqub Sibindy deveria deixar que os militantes e membros da Renamo se digladiem, entre eles e, no fim, nos vão dar o resultado.
Quem deve escolher ou votar no novo Presidente da Renamo são os membros e militantes da Renamo e, mesmo que nesse conclave seja convidado Yaqub Sibindy, não terá qualquer direito à palavra sobre a agenda de trabalhos. O único direito que vai poder ter será o de acesso ao almoço e lanches quando se estiver na hora para isso.
Se Sibindy é presidente de um partido da oposição, por razões óbvias, o seu adversário político seria o partido governante, a não ser que assuma uma coligação com este, mas, mesmo nessa possibilidade, seria mais sensato que fossem os donos do partido a combaterem os seus adversários do que um chamado de ocasião.

O QUE A RENAMO, DEVIA FAZER COM OS SEUS POTÊNCIAIS APOIOS POPULARES, EVITANDO PARTICIPAR MAIS UMA VEZ NAS ELEIÇÕES…

Publicado por Yaqub Sibindy em Terça-feira, 16 de janeiro de 2024

error

Enjoy this blog? Please spread the word :)

Activar notificações Sim Não, obrigado
»  raigad district. Room by room temperature control with smart room sensors. Sample page – dobi ads.