Deputados da AR buscam experiência em Holanda

Uma delegação composta por representantes dos partidos Frelimo, Renamo e MDM iniciou Segunda-feira, uma visita de quatro dias ao Reino dos Países Baixos (Holanda), para troca de experiências. A visita visa colher experiências das instituições democráticas do Reino dos Países Baixos em matérias ligadas a manutenção da paz, processos eleitorais, descentralização e governação democrática.

Segundo o programa, a delegação terá sessões no Parlamento (State General), na Associação dos Municípios (VNG), visitará e manterá encontros com partidos políticos (CDA, D66 e GreenLeft), bem como, realizará um encontro com representantes do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Reino dos Países Baixos.

Mais ainda, a delegação terá sessões com especialistas e organizações não governamentais para explorar outros temas relevantes, incluindo financiamento a partidos políticos.

O Reino dos Países Baixos é um dos parceiros estratégicos de Moçambique no apoio ao fortalecimento da democracia multipartidária em Moçambique por meio de programas financiados através das organizações da sociedade civil, para além de financiar programas estratégicos do Governo.

A iniciativa é apoiada pelo Instituto para a Democracia Multipartidária (IMD)

 A Holanda é um dos países com maturidade democrática, estabilidade político-eleitoral, com um processo de descentralização consolidado, o que o IMD considera ser importante para o actual contexto político moçambicano.

A delegação é composta por 18 representantes, dos quais quadros seniores dos três partidos políticos moçambicanos, que incluem membros do secretariado e deputados da Assembleia da República, para além de representantes do IMD.

A troca de experiências é realizada no âmbito do projecto “Governação, Democracia e Eleições” (GODEL), implementado pelo IMD e financiado pela Embaixada do Reino dos Países Baixos em Moçambique, através do programa IGUAL.