Dirigentes de Mali agastados pela falta de alguns serviços básicos  

O bairro Mali, localizado no distrito de Marracuene, carece de algumas infra-estruturas para o seu desenvolvimento e protecção, pois é a partir dos mesmos que a população daquela parcela do país bem como o mundo afora sente-se seguro e protegido com a presença desses conjuntos importantes para a sobrevivência.

As escolas secundárias tem sido escassas para o aprendizado, obrigando os alunos a recorrer às escolas da capital.

Stélio Nhaca, Chefe do Quarteirão A, no bairro de Mali, disse à nossa equipa, que as escolas secundárias são praticamente uma utopia, para o aprendizado, obrigando os alunos a recorrer às escolas da capital enquanto pode se fazer o uso das salas de algumas escolas primárias como salas anexas do ensino secundário.

Por outra Nhaca, disse que o número do efectivo para zelar pela segurança no bairro é muito reduzido para os cerca de três mil de habitantes.

A escuridão assola o bairro e até então nada foi feito, a população de Mali pede a autorização do governo distrital de modo a resolver essa situação, avançou, Rosa Manjate, Chefe do Quarteirão 10A.

Para além da escuridão, como muitos dirigentes daquele bairro, sublinham a necessidade da escola secundária.

460
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.