Dívidas Ocultas: Audições paradas devido à falta de respeito dos advogados para com o MP

A defesa dos réus extrapolou o limite da sua intervenção o que consequentemente deixa parado o processo de audições e interrogatório do réu Renato Mathusse. O Advogado Camade, colocou me dúvida as perguntas feitas pela representante do Ministério Público, ao dizer que o que esta está a questionar não consta do processo ao que Ana Sheila Marrengula se chateia e começa a “vaiar”.

Quem preparou este processo todo e a instrução preparatória é o MP. Foi o MP que recolheu todas essas provas que estão a ser discutidas em tribunal. Compreendo que assim pense, mas não aceito que falte respeito ao MP, dizendo que o anexo a que me refiro não faz parte deste processo, o ilustre advogado está a faltar com respeito o Ministério Público”.

O julgamento está neste momento numa pausa silenciosa e o arguido deverá permanecer em silêncio até a retoma do interrogatório, enquanto se averigua o anexo a que se refere o advogado Camade, onde se aponta o email de 19.04.2013 às 22h : 11min que consta do anexo 719 do processo 18/2019-C. 

Peço que se verifique o anexo, enquanto isso, vou continuar com o interrogatório  baseando-me no anexo. Dr Camade ainda bem que reconhece as competências Constitucionais do MP e fico feliz por isso. Meritíssimo se me conceder o espaço gostaria de continuar com o interogatório embora tenha perdido meu fio de raciocínio.

 112 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.