google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Dívidas Ocultas: declarante Henrique Gamito faz revelações sobre salários de António Carlos do Rosário

O declarante em juízo no caso das dívidas ocultas em Julgamento na 6.ª Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, Henrique Álvaro  Cepeda Gamito, também assinou o contrato do empréstimo contraído pela Empresa Moçambicana de Atum (EMATUM). Mas o que realça o nome deste é a revelação que fez nesta manhã em sede do Tribunal sobre as remunerações do Ex-Director da Inteligência Económica de Moçambique, Carlos António do Rosário.

O que sucede é que o réu nas dívidas odiosas Carlos António do Rosário, teria referido montantes que são exíguos quando comparados aos que Gamito revelou em sede do tribunal.
Porque os declarantes não podem mentir perante o juiz e o tribunal, Carlos António do Rosário pode estar em maus lençóis pois se confirma o que o Ministério Público trouxera ao julgamento e que este rebateu com declarações diferentes.

Apesar de não se ter chegado à sentença, segundo analistas criminais e judiciários, os declarantes poderão trazer ao tribunal revelações que os réus nas suas declarações não trouxeram salvo casos de Nhangumele, Mutota e Namburete.

Henrique Gamito reveou e contrariou o que António Carlos do Rosário dissera antes que “não recebia nenhuma remuneração das três empresas”, nomeadamente EMATUM, MAM e Proindicus, dizendo que “sim ele recebia” aliás o declarante diz que este assunto gerou polémica na mídia quando veio a tona ao que o juiz também frisou ” e este assunto continua sendo discutido aqui, porque o senhor António Carlos do Rosário disse que não recebia nenhuma remuneração das empresas”.

Citações:

Juiz: Mas o senhor está a dizer que recebia remunerações, cerca de 180 mil meticais e uma outra pessoa… o senhor é EMATUM só, estava aqui uma outra pessoa ontem que

Réu: Eugénio

Juiz: A dizer que recebiam num intervalo de 200 a 300 mil meticais ou seja, pela forma que… que … Cada empresa tinha uma forma de… cada uma das pessoas vem dizer que o senhor António Carlos do Rosário recebia um salário

Réu: são declarações de António Carlos do Rosário

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *