Dívidas ocultas: Mbanda Anabela Henning uma “testa-de-ferro” que lavou o dinheiro de forma limpa

Dívidas ocultas: Mbanda Anabela Henning uma “testa-de-ferro” que lavou o dinheiro de forma limpa

A ré Mbanda Henning em audição no tribunal mostrou estar disposta a ajudar no processo ao declarar que não fez nada no seu terreno após trespassá-lo à sua irmã mais nova, Ângela Dinis Buque Leão.

Durante a audição a ré disse que o terreno que a irmã teria mais tarde usado para construção de 10 casas teria comprado a uma cidadão de nome Maria Eduarda por 100.000USD, pagos em parcelas por depósitos bancários e em cheques. Após a compra, a ré começou o processo de busca de cotações para um projecto de construção de uma flat de 7 andares que depois foi recusada pelo município que disse ser aquele espaço adequado para a construção de 14 moradias.

Anabela, diz ainda que o redimensionamento para 10 casas foi feito pela irmã já no processo muito dianteiro, que segundo ela não participou desta fase. Mbanda pediu cotações a várias a empresas para erguer seu empreendimento ao que constatou ser um valor muito alto que não dava mais para dar seguimento.

Ainda em tribunal Mbanda explicou ao tribunal que Ângela teria manifestado a ideia de reduzir as casas porque eram pequenas mas não participou directamente do processo e que no acordo que fez com a irmã ela beneficiaria de 7 casas.

O terreno que chegou a custar 100.000USD tinha apenas uma casa de guarda, corrente eléctrica, água e vedação do muro.

Questionada sobre como iria alugar a posterior as casas, enquanto não participou do projecto, ela respondeu que “ilustre estamos numa era digital, eu poderia ver as casas pelo IPAD, eu tenho este instrumento e computador”.

Uma vez mais questionada sobre que obras a co-ré Ângela teria realizado que lhe dessem confiança para deixar o projecto de construção nas mãos da irmã, ela disse que o exemplo do anexo da casa em que residia “a Ângela é artista ela sabe construir”.

301
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.