Dívidas Ocultas: Mbanda mais uma “máquina” que lavou dinheiro de Ângela Leão

A ré hoje em audição, é designada “irmã” de Ângela Leão que é acusada de ser autora moral e material do crime de branqueamento de capitais. Mbanda, é vista como mais uma máquina que lavou o dinheiro transferido da Privinvest para Ângela Leão sendo distribuído por mais de 8 pessoas incluindo a ré que hoje é ouvida em sede da 6.ª Secção do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo.

Fora do horário habitual das 9h a sessão desta segunda-feira começará um pouco mais tarde(10:15), embora os réus já estejam na sala e aguardando o juiz da causa Efigénio Baptista.

Mbanda Henning, responde ao processo em liberdade, desde que o tribunal decidiu que não constituía perigo.

245
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.