ESCOLAS PENITENCIÁRIAS DA PROVÍNCIA DE MAPUTO BENEFICIAM DE 400 LIVROS

ESCOLAS PENITENCIÁRIAS DA PROVÍNCIA DE MAPUTO BENEFICIAM DE 400 LIVROS – O fundo bibliográfico de língua portuguesa (FBLP) procedeu nesta quarta a entrega dos 400 livros nos serviços penitenciário (SERNAP) que por sua vez serão alocados aos estabelecimentos penitenciário da província de Maputo, especial para mulheres da cadeia feminina de Ndlavela e regional sul de Mabalane. Estes livros vem com o objectivo de incentivar o gosto pela leitura através do apoio dado as instituições.

Laurinda Maringua, Directora Adjunta da Escola Penitenciaria disse que a escola é composta por 983 alunos matriculados desde a alfabetização até ao ensino pré-universitário, a mesma escola tem cerca de 33 professores divididos em diversos departamentos de ensino onde em primeiro surge a alfabetização ate 12ª classe. Há que lembrar que com os 400 livros irão alimentar o desempenho dos alunos.

Por seu turno, Jeremias Cumbé, Director Geral da SERNAP disse que cabe ao estado moçambicano a tarefa de realizar e administrar a justiça através da aplicação de medidas penais de segurança considerando que o fim da pena e de reabilitar, e inserir o interno a vida em sociedade através da criação de mecanismos apropriados assegurando ao mesmo tempo a formação técnico profissional e o acesso a todos níveis. Para o presente ano lectivo de 2020 cujas cerimónias centrais da abertura foram dirigidas pelo presidente Nyusi sob o lema ‘’Por uma educação inclusiva, patriótica e de qualidade’’.

“Diante desta temática somos intimados a reflectir sobre o nosso sistema educacional particularmente nas nossas penitenciarias como forma de fazer com que o direito a educação seja um pivô para reabilitar os nossos internos, é dessa forma que participem no desenvolvimento do país na qualidade do serviço nacional penitenciário comprometemos com a causa reabilitativa como parte da nossa missão e tudo faremos para prestar apoio material, moral e em recursos necessários a todos intervenientes neste processo reabilitativo e de reinserção que se nos apresentam buscando assim parcerias como o Fundo Bibliográfico de Língua Portuguesa, uma forma de preparar o retorno a sociedade dos cidadãos internacionais nos nossos estabelecimentos penitenciários no geral”, disse a fonte.

“Reconhecemos que a literatura é um recurso fundamental para lapidar as mentes dos nossos internos para que ao saírem daqui sejam pessoas estudadas livres e comprometidas com a construção da nossa pátria amada, pois o direito a educação esta plasmado na Constituição da República de Moçambique e nas leis, o que implica o dever de goza-lo para moldar a personalidade dos sujeitos, e queremos que as bibliotecas penitenciárias construam uma intenção da sala de aula, tornando-se num espaço de formação integral dos nossos internos onde por meio da leitura o individuo aprenda sobre assuntos diversos como aprimorar a escrita, torna-se mais critico e conseguir desbravar o mundo através de historias positivas que enriquecem o seu repertório cultural’’ concluiu a fonte.

Por seu turno Nataniel Ngomane, Presidente do FBLP recordou que o fundo bibliográfico foi criado em 1988, e o mesmo vem apoiando bibliotecas públicas, escolares e comunitárias. “Temos organizado feiras de leitura e agora estamos a organizar feiras de livros escolares em diversos lugares. Com essas feiras estamos a tentar ensinar o gosto pela leitura e que possam contribuir para o desenvolvimento do país. Agora estamos num estabelecimento penitenciário para apoiar e ensinar aos prisioneiros o gosto pela leitura, e também para desenvolver a maneira de pensar.

“Aqueles que muito leem muito sabem, inclusive sabem melhor a língua e estamos a dizer aos nossos irmãos que por algum motivo estão aqui privados a liberdade mais os mesmos não podem estar privados de viajar para outros mundos, historias e ate a liberdade através da leitura’’, concluiu Nataniel Ngomane.

285

Capa da Semana

Primeira Página em 60 Segundos - Jornal Visão Moçambique

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: