Estupidez do blogueiro ou loucura por likes e views? » Opinião » Jornal Visão

Estupidez do blogueiro ou loucura por likes e views?

Numa certa noite, na minha habitual jornada de visita às redes sociais cruzei com um comentário infeliz sobre a recente obra musical do cantor “quase popular”, Killua, fanfarrando sobre sua nova versão melódica intitulada “tlelela”.

 

Killua ou gingão como alguns o intitulam, está no auge da carreira musical e seus sucessos melódicos estão a ser alvo de sabotagem. A recente música “Tlelela” de Killua, foi extraviada por um blogueiro sangue-suga que ao adquirir a faixa se viu na obrigação de distribuí-la gratuitamente pelos canais de Youtube, blogues para baixada sem autorização.

Os blogueiros deviam ser algo de promoção e não destruição do sucessos alheio mas ao que tudo indica mesmo algumas marcas de sucesso do auto intitulado dono da audiência das redes sociais e dos beefs parece vir deste tipo de indivíduos inescrupulosos, capazes de tudo para ganhar um leque de seguidores sem olhar para os lados e a quem estejam a ferir.

Os blogueiros nacionais(moçambicanos), tem uma obsessão por likes e views que gerarem polémicas nem que seja para matar alguém(supostamente), fazem publicando mentiras que geram debates em tantos meios de comunicação do país e tiram nalgum momento uma série de valores sob auspício de serem populares.

A falta de escrúpulos nos nossos actuais blogueiros que pouco acentuam os textos que publicam nas redes sociais e até tiram o mérito de quem os segue, mostra que precisamos estar mais atentos aos tradicionais meios de comunicação de massas do que a alguns famintos por likes e followers que castigam nossa dignidade.

O blogueiro que com estupidez e rapidez conseguiu estragar o sucesso da música “tlelela” de Killua, devia ser processado se conhecido, mas não vamos a tanto pois neste país se não tens parcerias com o sucesso registado, não te valerá nada trilhar por um caminho tão longo e que lucros não dará.

Lamento bastante e sinto muito pelos músicos que vezes sem conta veem suas obras desclassificadas devido aos blogueiros sem escrúpulos. O blogueiro não é um indivíduo sem plano, sem escrúpulos, sem dignidade e sem respeito, mas em Moçambique, essa categoria desceu para o nível mais envergonhado que já se viu.

O blogueiro é uma pessoa que produz conteúdo em texto, foto ou vídeo sobre diversos assuntos na Internet. A maior parte desses produtores de conteúdos são mulheres mas na actualidade ganharam o espaço os homens. Antes, escrever em blogues era mais um hobby do que profissão, pois, em geral, não havia muito retorno financeiro. Mas hoje, milhares de pessoas vivem de sua actuação como blogueiros, realizando parcerias com marcas e recebendo patrocínios.

Para conseguir viver dessa profissão, conquistar uma quantidade de seguidores, leitores ou inscritos é essencial. Quanto maior seu público, maior seu alcance. A quantidade de seguidores pode variar de 10 mil a milhões de pessoas.

Talvez seja por isso que em moçambique se buscam blogueiros e os transformam em “digital influencers”, quando na verdade não o são. Killua, foi mais uma vítima da faminta e louca paixão dos blogues em Moçambique e muitos outros serão pois a massa continuam a crescer como trigo no forno bem fermentado.

Até poucos anos atrás, o blogueiro ou a blogueira só era aquela pessoa que escrevia em seu blogue (site) sobre os mais diversos assuntos, como moda, beleza, maquiagem, viagens, jogos, entre outros, mas hoje em dia, criar assuntos sobre os outros entre eles, bajular, fazer o “Showfismo”, matar pessoas, construir notícias falsas é o maior dos pratos da classe de blogueiros moçambicanos e se calhar em todo mundo.

Se em Moçambique continuarmos a alimentar esse tipo de pessoas que na maioria acabamos até credenciando-os como jornalistas nos órgãos de informação de imprensa escrita(Jornais Digitais, Tv Digitais e Rádios), estaremos a colocar em perigo uma sociedade que não terá sua revês no correcto e sim no actual por mais que seja calúnia, infâmia e desonesto.

Aos editores de órgãos de comunicação digital que também são mass-media, muita atenção aos que admitimos e aceitamos como colaboradores, alguns só querem ser credenciados para depois entrarem no mundo de difamação e até terem acesso aos locais de eventos públicos e por meio disso estragarem o real trabalho dos formados e com categoria para exercer tais funções.

O mais agravante da história que hoje escrevo aqui nesta narrativa sobre o cantor Killua, é serem jornalistas formados que se transformaram em blogueiros estúpidos e loucos. Killua, força e também não vá a Tv cantar sua música para depois vender por 50MT. Fica difícil não copiarem suas músicas enquanto sabe que a Tv onde esteve também está a transmitir pelas redes sociais e suas obras não estão registadas nem pela SOMAS ou outra entidade.

Aos artistas no geral: continuem a cantar a fazer a arte, mas valorizem-na registando os direitos autorais, pois isso dignifica mais o seu esforço e o amor que tem pela mesma arte.

Sem mais, com espinhas na cara, digo, cuidem-se!

POR: Agostinho Muchave

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: