EXPANSÃO DA REDE ELÉCTRICA: LANÇADA PRIMEIRA PEDRA PARA IMPLANTAÇÃO DA LINHA Chimuara-Alto Molocué

O Presidente da República Filipe Nyusi, dirigiu quinta-feira, 18 de Março, as cerimónias de lançamento a primeira pedra para a construção da linha de alta tensão ligando Chimuara(Mopeia) e Alto-Molócue na província da Zambézia.

Trata-se do primeiro troço do sistema de transporte de energia eléctrica que vai transportar 400kV onde para além daqueles distritos, irão beneficiar também os de Quelimane, Morrumbala, Nicoadala, Namacurra e Mocuba. 

Na ocasião, o chefe do Estado disse que está prevista para este ano, a conclusão da obra de construção da (segunda) linha de transporte de energia com 110 kv, a partir de Chibabava em Sofala até Vilanculos em Inhambane com uma forte componente de expansão e reforço da rede nacional de transporte de energia.

O objecto deste projecto de acordo com o PR, será alcançado em Nacala, província de Nampula, na sua terceira fase com o reforço de iluminação na região centro e norte, ou seja, o projecto ora testemunhado, irá assegurar o incremento de energia de Cahora Bassa para o norte do país que compõe as províncias da Zambézia, Nampula, Cabo Delgado e Niassa.

“Dessa forma responder as necessidades de consumo de energia com destaques para zonas Económicas de Mocuba e Nacala “- disse Nyusi.

O Dirigente falou da importância desta iniciativa que irá beneficiar os projectos de grande dimensão e industriais associados em Cabo delegado. O chefe do Estado voltou a falar do início das obras da central térmica de Temane com geração a gás natural, um projecto que segundo Nyusi irá acrescer valor aos recursos naturais e estabelecer alicerces para o fomento do desenvolvimento de outros sectores.

No ambiente de transição para energias mais limpas e renováveis, o Estadista Moçambicano destacou a implementação da Central Solar da média escala de Mocuba com capacidade de 40 Mhw ligando a rede eléctrica nacional, Central Solar de Motiro entre outros empreendimentos de provisão de energia rumo a qualidade de energia para toda comunidade Moçambicana.

Com o financiamento do Banco Islâmico em cerca de 200 milhões de dólares norte americanos, a infraestrutura vai funcionar com redundância actual de 220 Kilovolts que irá  permite que não haja  cortes instantâneos da linha.

De referir que a implantação da linha de alta tensão de Chimuara até Alto-Molócue, terá a duração de 2 anos.

 2,080 

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.