google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0

FRONTEIRAS NACIONAIS: Fluxo do movimento migratório aumenta em 100%

As fronteiras nacionais continuam a registar aumento significativo de entradas e saídas de pessoas e bens em 100% comparativamente ao período similar do ano anterior, ou seja, de 18 a 24 de Setembro do ano em curso, atravessaram nos postos nacionais 38.365 viajantes, dos quais 19.700 são entradas e 18.465 saídas contra 11.046 registados em de 2020.

O Serviço Nacional de Migração(SENAMI) através do seu Porta-voz Celestino Matsinhe, disse igualmente que se verificou aumento percentual na ordem de 14% na semana anterior(11 a 17 de Setembro), pois durante o período referenciado, o fluxo do movimento migratório cifrou-se em 33.741 viajantes. “Só no posto de travessia de Ressano Garcia na província de Maputo(50%), foi registado maior fluxo migratório seguido do posto de travessia de Mavalane na Capital moçambicana Maputo(11%) e Colomué na Província de Tete(6%)”.

De acordo ainda com Matsinhe saíram do país no período análise 9.925 cidadãos nacionais e entraram 8.665, representando 48% do fluxo migratório. Em Moçambique entraram 11.035 estrangeiros(52%) e saíram 8.540(48%).

O Porta-voz do SENAMI deu a conhecer que foram interpelados um total de 28 cidadãos estrangeiros por permanência ilegal, sendo que deste universo, 21 conseguiram regularizar a sua situação migratória e 7 em processo de regularização.

Matsinhe considera que a permanência ilegal tem sido a infracção mais detectada nas acções de fiscalização, registando um crescimento em mais de 100%, quando comparado a igual período do ano anterior que foram interpelados 2 cidadãos estrangeiros pela mesma infracção.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *