Grandes cidades moçambicanas com record nos nascimentos – Dados são da DNRN

 As aulas sobre a liberdade de escolha sobre
quantos filhos cada casal quer ter ainda continuam a não surtir efeitos
positivos sobretudo nos centros urbanos de Moçambique. Segundo dados recolhidos
do website da DIRECÇÃO NACIONAL DOS REGISTOS E NOTARIADO(http://civil.registos.gov.mz), na
cidade de Maputo o distrito com maior número de nascimentos é KaMpfumo.
Atendendo e considerando que este é o epicentro da capital do país esperava-se
um índice de natalidade reduzido pois segundo especialistas pessoas com maior nível
de escolaridade, condições económicas estáveis tendem a nascer pouco. 
Grandes cidades moçambicanas com record nos nascimentos - Dados são da DNRN 2

Ao todo a cidade de Maputo tem uma taxa de natalidade de 9.646 dos quais 2.747 são do distrito municipal KaMpfumo na sequência o de KaMavota com 2.526, 2.230 em Lhamanculo e 1.194 KaMubukwane.
Contrariamente aos Tabus se transmite aos
moçambicanos às zonas recônditas são as que menos nascimentos registaram
durante os 11 meses de 2018, sendo KaNyaka com 74 e KaTembe 159 nascimentos.
Os dados sobre os nascimentos na cidade de
Maputo quando comparados aos da província superam em mais de 2600 nascimentos
em 11 meses. A província de Maputo tem um total de 6.969 nascimentos em 11
meses de 2018, dados que mostram claramente que as zonas recônditas e
suburbanas continuam a reduzir significativamente o número de natalidade.
Aliado a esta redução vem a situação da pobreza que se agrava a cada ano devido
a vários factores dentre eles a seca, falta de água, falta de emprego e
assistência social básica. Os dados trazidos neste artigo mostram claramente
que apesar dos distritos serem dados como polos de crescimento demográfico
exagerado, a realidade mostra o contrário.
Veja os dados abaixo indicados:
Boane – 617, Magude – 769, Manhiça – 2.299, Marracuene
– 1.038, Matola Cidade – 2.097, Matutuine – 150, Moamba – 595, Namaacha 442,
totalizando 6.969 nascidos.
Província da Zambézia

Quelimane – 2476, Alto Molócue – 1891, Chinde –
11, Gilé  – 12, Gúrue – 491, Ile – 27, Inhassunge
– 11, Lugela  – 14, Maganja da Costa –
736, Milange – 938, Mocuba – 1722, Mocubela – 3, Molumbo – 1, Mopeia 12, Morrumbala
– 538, Namacurra – 1662 totalizando 10.545 nascimentos e a cidade de Quelimane
lidera.
257

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: