Homicídio em Nampula: Detida mulher que matou marido com recurso a instrumento contundente em Muatala

Homicídio em Nampula: Detida mulher que matou marido com recurso a instrumento contundente em Muatala

Uma mulher de 44 anos de idade está a ver o sol aos quadradinhos, nas celas da Polícia da República de Moçambique – P.R.M em Nampula, acusada de tirar a vida do seu próprio marido na calada da noite com recurso à uma almofariz, no bairro de Muatala, posto administrativo urbano do mesmo nome, na cidade de Nampula.


O caso aconteceu cerca de uma hora de madrugada do dia 27 de Fevereiro, quando depois de uma briga entre os dois, a indiciada desferiu golpes contra a cabeça da vítima, tendo de seguida perdido a vida no local.
Após o sucedido, foi accionada a P.R.M a nível da primeira esquadra da chamada capital do norte do país, que de imediato fez-se ao local onde foi possível a neutralização e detenção da indiciada. Das celas aguarda os trâmites legais para a sua responsabilização.
De acordo com as afirmações do porta-voz da Polícia da República de Moçambique-P.R.M em Nampula, Zacarias Nacute, trata-se de um caso de ofensas corporais voluntárias que resultaram na morte da vítima.
Zacarias Nacute, não tem dúvidas mediante das testemunhas mais próximas que, a mulher teria tirado a vida do seu parceiro por questões passionais que naquele lar já “abandonado” por morte do esposo e prisão da esposa, respectivamente, eram recorrentes.
Muacateia, indiciada do caso do homicídio contra o seu próprio marido, contraria as afirmações da Polícia, e declara que o seu esposo ora falecido, teria passado durante noite
fora de casa e regressou a sua residência em avançado estado de embriaguez com vestígios de sangue na nuca. E tendo o seu marido chegado à casa, meia noite, deitou-se na varanda e
carregou o para dentro, onde descobriu depois que ele, tinha ferimentos na cabeça.
A indiciada acrescentou ainda que quando o seu marido chegou em casa, evocava que estava mal e depois teria revelado que tomara sete garrafas de vinho.
Verdade porém, na casa onde ocorreu os factos são visíveis os vestígios de sangue, tanto na cama como nas paredes do quarto, razão que tirou uma mera suspeita das autoridades à
conclusão da agressão havida entre o casal.
Informações da vizinhança indicaram que, as brigas na casa era o prato de cada dia, por esse facto, a maior suspeita de Muacateia como homicida.
Este é o primeiro caso de homicídio qualificado registado na cidade de Nampula no ano em curso.

Numa outra abordagem, a Polícia da República de Moçambique nesta parcela do país durante a semana passada, registou caso calamitoso, onde dois menores de cinco e 14 anos acabaram sendo arrastados águas do Rio Muhala, quando estes tentavam atravessar, devido a chuva que
tem vindo a cair nos últimos dias na região. Os corpos dos menores continuam desaparecidos.
No Rio Monapo a Polícia registou igualmente, um caso de conflito homem fauna bravia, onde um crocodilo atacou um cidadão, que até esta altura é dado como
desaparecido.

(Bonifácio Armando)

185

Capa da Semana

Primeira Página em 60 Segundos - Jornal Visão Moçambique

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: