Um click para o muno das notícias! » Nacional » INICIATIVA DA SWISSCONTACT EM MOÇAMBIQUE DEBATE DESENVOLVIMENTO E DESAFIOS NA FORMAÇÃO BASEADA EM COMPETÊNCIAS

INICIATIVA DA SWISSCONTACT EM MOÇAMBIQUE DEBATE DESENVOLVIMENTO E DESAFIOS NA FORMAÇÃO BASEADA EM COMPETÊNCIAS

INICIATIVA DA SWISSCONTACT EM MOÇAMBIQUE DEBATE DESENVOLVIMENTO E DESAFIOS NA FORMAÇÃO BASEADA EM COMPETÊNCIAS

 
A Swisscontact organizou um encontro com o objectivo de discutir o sucesso e os desafios da formação baseada em competências no contexto do desenvolvimento do país. Durante o evento, Régula Chávez Malgiaritta, Directora da Swisscontact, destacou a importância de melhorar a articulação entre as empresas e os centros de formação para proporcionar uma experiência de aprendizado de alta qualidade aos jovens e aumentar sua competitividade no mercado de trabalho.

Malgiaritta enfatizou que estão trabalhando em parceria com diversos centros de formação para aprimorar a qualidade da formação e certificação, garantindo que os jovens adquiram habilidades competentes e sejam bem recebidos pelas empresas para estágios profissionais. No decorrer deste ano, o projecto já beneficiou mais de 1700 jovens, com um alcance total de mais de quatro mil jovens. Além disso, mais de 600 jovens já estão envolvidos em estágios profissionais, com a ambição de expandir esse programa no próximo ano e envolver ainda mais empresas nesse esforço. Até o momento, já contam com o apoio de 31 empresas, tanto do sector privado quanto público.

A fonte também ressaltou que existem desafios a serem superados, como a necessidade de aprimorar as ferramentas e recursos disponíveis para garantir uma formação de qualidade. Mesmo diante dos obstáculos, a busca por uma educação de excelência para os jovens é uma responsabilidade compartilhada, envolvendo não apenas as instituições de ensino, mas também as famílias. Além de saber realizar tarefas, é crucial que os jovens saibam aprender e estejam preparados para integrar a sociedade e o ambiente de trabalho. A pandemia de COVID-19 impactou o sector educacional, levando a uma pausa em muitas actividades, o que pode ter afectado a qualidade do ensino.

Ida Carrilho Alvarinho, Gestora de Qualificações Profissionais, destacou os desafios da formação baseada em competências, enfatizando a necessidade de alinhar a formação com as demandas do mercado de trabalho. A mudança de mentalidade e a disponibilidade de equipamentos adequados nas instituições de formação são desafios significativos nesse contexto.

Joaquina Fumo, que concluiu um estágio profissional em mecânica, compartilhou sua experiência positiva, mas também mencionou desafios, como os estereótipos de género que ainda persistem na área. Ela expressou sua prontidão para o mercado de trabalho após o estágio e ressaltou a importância de superar tais preconceitos.

Esse encontro promove a discussão sobre a importância da formação baseada em competências e os esforços para melhorar a qualidade da educação e da experiência dos jovens no mercado de trabalho em Moçambique.

Jornal Visão Moçambique. 2024 © Todos os direitos reservados.