google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Israelitas dão força a continuidade de ataques em Gaza

Apesar da pressão exercida pelas Nações Unidas para o fim da violência em Israel, os militares em conflito afirmam que não será tão já a paragem. O pior ataque de Israel matou dezenas de pessoas num dia em que decorria o debate no Conselho de Segurança da ONU.

De Nova Iorque, Amã ou Doha chegam informações de que há muito mais esforços diplomáticos para travar os conflitos militares, mas em Gaza, ao cair da noite, o ambiente é uma vez mais de terror.

Leia mais AQUI

“Neste momento, os EUA não têm um pedido inequívoco para um cessar-fogo imediato nem calendários para um cessar-fogo.” Foi assim que responsáveis israelitas resumiram ao jornalista Amichai Stein, da televisão pública, a mensagem de Hady Amr, o enviado de Washington que passou o fim-de-semana em Israel. “Com os EUA aparentemente indiferentes, o Egipto é a melhor aposta para acabar com a crise em Gaza”, escreveu o diário israelita Ha’aretz.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *