Jovens satisfeitos com o crescimento de participação feminina na formação

Jovens satisfeitos com o crescimento de participação feminina na formação – De acordo com Firmino Gonçalves, Pesquisador e Consultor da PROSOLVE Training Research Development, na componente formação em Gestão de Projetos orientados para resultados e Monitoria e Avaliação  realizadas na Faculdade de Economia, UEM e implementadas pela PROSOLVE têm conseguido atingir os objetivos sob o ponto de vista do público alvo, visto que têm sido diversificado, têm participado na sua maioria mulheres “as mulheres têm dado posicionamentos importantes nas nossas formações, têm mostrado que o empoderamento feminino é uma realidade”.

Gonçalves afirma que esta formação contou com 80% de participação feminina “contamos com mulheres muito participativas, engajadas, poderosas que deixaram seus afazeres para estar conosco trocando experiências nesta formação. Sentimos também o feedback muito positivo por parte dos participantes, conseguimos alcançar nosso proposito interno em termos de metodologia de formação, abordagem e dinâmica e esperamos continuar melhorando as nossas formações, disse Gonçalves.

Para Gonçalves, uma forma de colmatar a situação na componente gênero é não só fazer a publicidade ou dar formações abertas para o público no geral em termos de gênero “temos algumas parcerias com algumas organizações da sociedade civil que trabalham em áreas ligadas a gênero, a título de exemplo a Associação Juvenil Kubatsira e esperamos que a nossa próxima formação esteja patente também a temática gênero, aproximarmo-nos de outras organizações da sociedade civil também nas províncias, estaremos dando oportunidades também a outros jovens“.

Por seu turno Silvia Helena Vilanculos, funcionária no Aeroportos de Moçambique, atualmente estudante do curso de economia na UEM e participante na formação em gestão de projetos orientados para resultados da PROSOLVE, explica que eventualmente haverá uma necessidade de elaborar projetos, porque a sua pretensão é melhorar, “não só no aeroporto onde trabalho, mas noutras áreas da minha vida, porque como tradutora, existem algumas situações em que pretendo ter trabalhos de âmbito pessoal”.

Silvia congratula os promotores desta iniciativa afirmando que já passou de várias formações, mas está surpresa porque a PROSOLVE superou suas expectativas “não só pelos conteúdos, mas porque daqui consigo começar a desenvolver a minha própria pesquisa, já é uma referência e um ponto de partida para que eu possa evoluir com este curso “.

Por outro lado Abdala, funcionário do Hospital Central de Maputo na área de planificação e participante nesta formação diz que “é primeira vez que faço parte da formação, achei muito interessante, muito importante ter uma ferramenta dessas que é o dia a dia do meu trabalho, e novos horizontes como a questão do empreendedorismo, é preciso ter subsídios de como gerir um projeto, acredito que esta formação vai trazer esse input “.

Em gesto de apelo Abdala aconselha aos jovens para que façam uma introspeção, “a atividade que outros que outros jovens podem estar exercendo neste momento como beber, drogar-se, convido-lhes a analisar o que lhes traz em termos de ganho tanto pessoal, como social. Há uma necessidade de fazermos uma introspeção, uma auto avaliação do que foi o nosso percurso até aqui, é preciso estar aberto a mudanças” apela Abdala.

345

One thought on “Jovens satisfeitos com o crescimento de participação feminina na formação

Comments are closed.

Capa da Semana

Primeira Página em 60 Segundos - Jornal Visão Moçambique

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: