google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0

Lançada primeira pedra para construção do edifício da Autarquia da Manhiça

O Conselho Autárquico da vila da Manhiça na província de Maputo, procedeu na manhã de 30 de Dezembro de 2021 ao lançamento da primeira  pedra para Construção do novo  edifício sede  de raiz  que compreende  quatro pisos, 39 gabinetes, seis secretarias para atendimento ao público, quatro salas de reuniões, um anfiteatro e duas salas de sessões,  um projecto orçado em 60 milhões, e,  600 mil meticais para reabilitação do monumento aos  heróis  Moçambicanos, dinheiro proveniente das contribuições dos Munícipes.

Por: Ângelo Manhengue

O Presidente do Conselho Autárquico Luís Mumguambe disse que está a mobilizar equipamento, sendo que a execução das obras deverá iniciar na primeira semana de Janeiro de 2022.

Com as actuais condições de trabalho não é possível pressionar um bom atendimento aos nossos munícipes porque numa  única sala funcionava vários serviços assim decidimos por avançar com a construção de um novo edifício para o funcionamento do  conselho Autárquico” disse.

O Edil da Autárquica da Manhiça referiu que no novo edifício estarão o criadas condições para que os funcionários desenvolvam condignamente as suas actividades.

Munguambe disse ainda que a construção deste empreendimento deveria ter arrancado há cinco anos, mas o município tinha problemas em várias áreas com destaque para vias de acesso, escolas e unidades sanitárias.

Durante dois anos entregamos às comunidades quatro escolas, duas unidades de Saúde e melhoramos vias de acesso. Apesar de haver ainda muitos desafios com os quais temos que nos concentrar, com enfoque para a provisão de água potável e ligações domiciliarias de energia eléctrica“, precisou.

Por seu turno Cristina Mafumo, Administradora do Distrito da Manhiça, disse que a construção do edifício do Conselho Autárquico é um ganho para todo o distrito e a província no geral, “porque vai galvanizar o desenvolvimento”.

“Saudamos os esforços que o município  tem feito na satisfação  das necessidades dos Munícipes, provendo serviços básicos. Estas acções aconteceram graças às contribuições dos cidades desta autarquia. O governo almeja que o Município seja auto-suficiente  financeiramente e contribua para o desenvolvimento“, disse.

De recordar que a Manhiça é uma vila e um município sede do distrito do mesmo nome, na província de Maputo. A vila está localizada a cerca de 70 km a norte da cidade de Maputo, na estrada nacional número um N1, e situada na margem direita do rio Incomati. O município tem uma superfície de cerca de 250 km² e uma população de 57 512 em 2007

Manhiça foi elevada à categoria de vila a 18 de Maio de 1957 e é um município desde 1998, com um governo local eleito. A primeira presidente do Conselho Municipal da Manhiça foi Laura Daniel Tamele, eleita em 1998, sucedida em 2003 por Alberto Chicuamba, reeleito para o cargo em 2008. Em 2013 foi eleito como presidente do Conselho Municipal da Manhiça, Luís Munguambe e reeleito em 2018. A vila mantém uma das principais estações ferroviárias do Caminho de Ferro do Limpopo, que a liga à Maputo, ao sul, e Chókwè, ao norte.

Website | + posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Activar notificações    Sim Não, obrigado