Maleiane, Isaltina Lucas e Ndambi Guebuza declarados co-conspiradores

Maleiane, Isaltina Lucas e Ndambi Guebuza declarados co-conspiradores

Maleiane, Isaltina Lucas e Ndambi Guebuza declarados co-conspiradores – O ministro das Finanças, Adriano Maleiane, é um dos três co-conspiradores moçambicanos das dívidas ocultas, identificado na acusação do Departamento de Justiça dos Estados Unidos da América.

No último dia do julgamento de Jean Boustani em Brooklyn, o procurador Hiral Mehta apresentou o nome de Maleiane, Isaltina Lucas e Armando Ndambi Guebuza como co-conspiradores do caso.

Segundo escreve o Centro de Integridade Pública (CIP), no último dia do julgamento de Jean Boustani em Brooklyn, o procurador Hiral Mehta apresentou o nome de Maleiane, Isaltina Lucas e Armando Ndambi Guebuza como coconspiradores do caso.
“Finalmente, temos o Sr. Adriano. Ele era ministro das Finanças no momento da troca [dos títulos de crédito da EMATUM com garantias do Estado]. Ele viajou com o Sr. [António Carlos] do Rosário para Nova York com os investidores. E ele sabia que Moçambique estava a mentir para o FMI sobre os empréstimos Proindicus e EMATUM.
E ele escondeu isso do público e dos investidores”, disse Mehta nas alegações finais. Os nomes dos três moçambicanos constam da acusação da EMATUM mas seus nomes estão ocultados. Apenas aparece a descrição dos factos por eles praticados.

Na acusação, Maleiane é descrito como co-conspirador 1, Ndambi Guebuza como co-conspirador 2 e Isaltina Lucas como co-conspirador 3. E foi nesta mesma ordem que os três nomes apareceram na apresentação de Power Point das alegações finais do procurador. Os co-conspiradores não são arguidos mas havendo mais dados sobre o seu envolvimento, podem vir a ser constituídos arguidos no processo que corre nos EUA e tem outros três réus moçambicanos, nomeadamente Manuel Chang, António Carlos do Rosário e Teófilo Nhangumele. O primeiro está detido na África do Sul e luta contra a extradição para os EUA, enquanto os dois últimos estão detidos em Maputo na versão moçambicana do processo das dívidas ocultas.
Dos três novos co-conspiradores apenas Armando Ndambi Guebuza é que está detido. Isaltina Lucas foi demitida de vice-ministra das Finanças em Fevereiro deste ano e desde então desapareceu da vida pública. Maleiane continua ministro das Finanças e recentemente concluiu a segunda renegociação da dívida da EMATUM.

Leia mais notícias AQUI

EM NOME DO POVO MOÇAMBICANO – RENAMO EXIGE DEMISSÃO “imediata” DE FILIPE NYUSI

1.263

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: