Marracuene sem turismo parou economicamente

Marracuene sem turismo parou economicamente

Os entendedores da matéria de turismo apontam que o distrito de Marracuene, que tem limite, a norte com o distrito de Manhiça, a oeste com o distrito de Moamba e com o município da Matola, a sul com o município de Maputo  e a leste com o Oceano Índico, parou parcialmente com sua forte fonte de renda devido a pandemia da COVID-19.

Marracuene que suas “curvas”, rodeadas por água e floresta, é um local turístico que perdeu admiradores e clientes que buscavam aquele espaço calmo da província de Maputo para uma jornada de adrenalina e lazer.

Os entendedores da matéria de turismo apontam que o distrito de Marracuene, que tem limite, a norte com o distrito de Manhiça, a oeste com o distrito de Moamba e com o município da Matola, a sul com o município de Maputo  e a leste com o Oceano Índico, parou parcialmente com sua forte fonte de renda devido a pandemia da COVID-19.A Extinção do turismo no distrito apoquenta os agentes turísticos.

A covid-19 trouxe um impactonegativo de tal forma que alguns agentes turísticos sentem que o mesmo pode se extinguir devido a vários factores que o presidente da Associação dos Negócios em Marracuene, João das Neves refere.

Para Das Neves, o sector do turismo está mais afectado pela pademia, e até o momento sofreu uma queda de 90% das receitas, causando o desemprego de muitos funcionários pois o país não tem recursos para arcar com os gastos que se precisa.

Marracuene sem turismo parou economicamente
Aquele Homem de negócios aconselha a todos a seguir as recomendações dadas pela MISAU pois, é a única forma de precaver -se da pandemia.
Nossa fonte, Salienta que as empresas devem dialogar com os seus trabalhadores de forma que todos saiam a ganhar, sem nenhum prejuízo.

 

LEIA MAIS AQUI

307
%d blogueiros gostam disto: