MEPT PROCURA MECANISMOS DE PROTECÇÃO DA RAPARIGA NO AMBIENTE DE ENSINO E APRENDIAGEM

MEPT PROCURA MECANISMOS DE PROTECÇÃO DA RAPARIGA NO AMBIENTE DE ENSINO E APRENDIAGEM

Foi realizado na manhã desta terça-feira(29.10) na cidade de Maputo um debate sob o lema “Estudos sobre violência e mecanismos de protecção da Rapariga e do Rapaz no ambiente de ensino e aprendizagem” implementado pelo Movimento de Educação para todos com apoio da Actionaid Moçambique através do Norad com objectivo de consciencializar e sensibilizar os jovens, adolescentes e crianças na questão do assédio sexual nas escolas.

JOSÉ PAULINO CASTIANO VICE-REITOR DA UP-MAPUTO aponta que este é um espaço de reflexão nas jornadas de educação e aprendizagem e por isso, o debate sobre violência em geral na sociedade deve ser permanentemente abordado. “Este assunto e não só devem ser olhados na parte teórica e de estudos, mas sobretudo as acções práticas, se estas forem pensadas para os estudos elas podem melhorar este ambiente de violência e lutar contra esta causa e juntos fazermos algo para que não haja violência”, refere Castiano.

A Fonte diz ainda que o papel do professor deve ser aquele que vai dar a protecção ao aluno, aluna e o estudante que lhe é negado pela ausência desta agressão. Castiano avança que o professor é aquele que luta em defesa às crianças perante a agressão seja ela simbólica ou não e não o silêncio dos que assistem esta violência seja física ou psicológica que as crianças sofrem na sala de aulas. E para combatermos este tipo de Acção devemos ser organizados e uma das formas são os estudos que antecedem nisso.

Por fim o Reitor acrescentou que deve-se concentrar no combate a violência para que se possa construir uma sociedade baseada na paz e no diálogo.

Dakcha Acha representante da Actionaid Moçambique, disse na sua intervenção que a situação da Rapariga em Moçambique está num momento bom porque depois de vários anos, várias Lutas para ver se a rapariga poderia ter mecanismos legais que a protegessem e finalmente conseguiu-se ter através da aprovação da Lei da Família, Aprovação da Lei Contra Uniões Prematuras e inclusive a Lei das Sucessões e após isso foi recentemente Promulgada pelo Presidente da Republica Filipe Jacinto Nyusi. “Então para nós é um bom momento por que já existe um Instrumento Legal que possa proteger a rapariga”, concluiu.

Numa outra abordagem Dacka, aponta ainda que o cumprimento destas leis que foram recentemente aprovadas a sociedade Civil deve fazer o seu papel a nível do campo, na Disseminação destas, Capacitação sobre o significado destas, o que elas compõem, como é que estas leis protegem a rapariga e quais são os pressupostos das mesmas.

Dakcha destaca ainda que a Actionaid tem estado a trabalhar no sector da educação através de conselhos de escola, clubes da rapariga no âmbito da sensibilização sobre a violência baseada no género, uniões prematuras e advocacia para melhoria das condições de educação e da qualidade de educação da Rapariga.

A fonte disse ainda que o a acesso a escola por parte da rapariga está certamente deficiente destacando primeiro pelo número de escolas que ainda não é suficiente e outro constrangimento do rácio do professor e do aluno, a inclusão das necessidades especiais para este grupo ainda não estão preparadas para o efeito.

Pedro Mazivila representante do Movimento de Educação Para Todos (MEPT) disse que este encontro é realizado com o objectivo principal de captar resultados dos estudos que foram realizados no âmbito da violência e assim como assédio sexual nas escolas.

O evento tem duração de dois dias e acontece ainda no âmbito das celebrações do Dia Internacional da Rapariga, assinalado a 11 de Outubro e conta com a presença de membros do Estado, Sociedade Civil, Estudantes, Professores e Jornalistas.

848

Perfil do Editor

Redacção
Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

One thought on “MEPT PROCURA MECANISMOS DE PROTECÇÃO DA RAPARIGA NO AMBIENTE DE ENSINO E APRENDIAGEM

Comments are closed.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: