Moçambique está no grupo “D” com selecções complicadas a vista

A Selecção Moçambicana conheceu na noite desta terça-feira os próximos adversários para os jogos de qualificação ao mundial de futebol QATAR-2022.

No grupo de Moçambique, estão as selecções de Camarões, Costa do Marfim e Malawi. Atendendo a escassez dos Camaroneses e Marfinenses que ficam fora das competições mundiais nos primeiros jogos há mais anos e a Selecção nacional que nunca conseguiu entrar na prova, espera-se jogos duros e com muita bola circulando em Campo.

É que apesar de ser uma das grandes seleções da África, Costa do Marfim, teve sempre problemas para se qualificar para as Copas do mundo. A marca da evolução de seu futebol é de ter muitos de seus principais jogadores atuando em grandes clubes europeus, como é o caso de Salomon Kalou, Emmanuel Eboué e Kolo Touré, Yaya Touré e Didier Drogba todos na Premier League.

Seu último jogo antes da Copa do Mundo de 2006 foi em princípios do mês de março, contra a Espanha em Valladolid, na qual esta ganhou por 3 a 2. Em 2006, a seleção Marfinesa estreou em copas do mundo, no chamado “Grupo da Morte”, com Argentina, Países Baixos e Sérvia e Montenegro, e acabou sendo eliminada já na primeira fase, ficando em 19º lugar na classificação geral do Copa do Mundo de 2006.

Já na Copa do Mundo de 2010, mais uma vez foi eliminada na primeira fase, novamente no “Grupo da Morte” enfrentando, no Grupo G, Brasil, Portugal e Coreia do Norte, obtendo uma vitória, um empate e uma derrota.

Nos Jogos da Francofonia, conquistou a medalha de ouro em 2005 e uma de prata em 2009

Já na Copa do Mundo de 2014, foi eliminada de novo na fase de grupos contra a Colômbia, Grécia e Japão, obtendo uma vitória e duas derrotas. Foi eliminada tragicamente por um golo da Grécia de penalti nos acréscimos da partida.

Por outro lado, a Seleção Camaronesa é uma das melhores da África, com reconhecimento internacional. Muitos de seus jogadores estão espalhados pelo mundo e encantam os espectadores com sua habilidade e alegria em jogar.

O maior título do futebol camaronês é a medalha de ouro obtida nos Jogos Olímpicos de Verão de 2000. Na Copa do Mundo FIFA, seu melhor resultado foi o 7º lugar em 1990, quando surpreendeu e encantou a todos com seu futebol, principalmente o seu maior craque, Roger Milla, que aos 38 anos de idade, ainda roubava a cena. Já em relação a Campeonato Africano das Nações, eles têm 5 títulos, sendo o último em 2017. No Futebol Feminino, ganhou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Africanos de 2011.

Ainda destacou-se em campeonatos tais como os Jogos Centro-Africanos, a Copa das Nações Afro-Asiáticas, a Copa CEMAC e o Campeonato Africano de Futebol Sub-17.

A seleção ficou apurada para a fase final da Copa do Mundo FIFA de 2014 no Brasil. Mas enquanto os prémios de participação na fase final do Campeonato do Mundo não se tornarem mais atractivos, os jogadores dos Camarões não querem nem ouvir falar na Copa. Esta foi a posição tomada pela comitiva camaronesa que se recusou a embarcar de avião para o Brasil. O governo tinha proposto 50 milhões de francos CFA [cerca de 76 mil euros] de prémio de participação, mas os jogadores querem mais[1]. No 1º jogo de Camarões na Copa do Mundo FIFA, 2014 no Brasil, a seleção camaronesa perdeu para o México de 1 a 0. No 2º jogo realizado em Manaus, na Arena Amazônia, Camarões perdeu para a Croácia de 4 a 0, deixando o Mundial de Futebol[2]. No 3ºjogo perdendo para o anfitrião (Brasil) por 4 a 1 e assim terminando a Copa na 32º colocação (na última colocação geral e sendo a pior seleção da Copa 2014).

Já a Seleção Malauiana de Futebol representa o Malaui nas competições de futebol da FIFA. É controlada pela Associação de Futebol do Malawi, nunca disputou uma Copa do Mundo à semelhança de Moçambique(Mambas) e chegou duas vezes à final da Copa Africana de Nações. O melhor desempenho da seleção foi conquistar a medalha de bronze nos Jogos Pan-Africanos de 1987.

A Seleção Moçambicana de Futebol representa Moçambique nas competições de futebol da FIFA.

“Os Mambas”, não tem alcançado muitos sucessos nas provas internacionais que tem disputado, nunca tendo se classificado para uma Copa do Mundo. Os Mambas classificaram-se cinco vezes para a Copa das Nações Africanas, mas nunca passaram da fase de grupos.

A primeira partida internacional deu-se em dezembro de 1977, contra a Tanzânia, que saiu vencedora por 2 a 1. Sua maior vitória foi por 6 a 1 contra o Lesoto, em 1980. Neste mesmo ano, sofreu sua maior derrota: 6 a 0 favorável ao Zimbábue.

Na Copa COSAFA, obteve o terceiro lugar em 1997, 2004 e 2009; e um quarto lugar em 2007.

Obteve a medalha de bronze nos Jogos da CPLP de 2010 e a medalha de prata nos Jogos da Lusofonia de 2014.

Por isso a situação da selecção moçambicana é de pesar

619

Capa da Semana

Primeira Página em 60 Segundos - Jornal Visão Moçambique

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: