Moçambique, Zimbabwe e Malawi contam centenas de mortos pela passagem do IDAI

Centenas de pessoas estão desaparecidas e dezenas de milhares isoladas, principalmente em zonas rurais, devido à passagem do ciclone Idai. Em Moçambique, a cidade da Beira foi a mais afectada.

O Presidente da República Filipe Nyusi, que tinha uma viagem marcada para o reino de eSwathini teve que adiá-la para ver de perto a dimensão do sucedido.
Depois das chuvas que paralisaram Tete na segunda semana de Março, desta vez foi o Ciclone IDAI que fustigou a cidade da Beira, tendo passado por Malawi e Zimbabwe, sendo que na última noite notícias apontavam para a província de Inhambane como destino desta Tempestade mortífera na zona da África Subsahariana.


Em consequência do ciclone a cidade da Beira está em situação calamitosa e requer ajuda nacional e internacional pois há famílias que ficaram sem tecto.

217

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: