No segundo mandato de Nyusi população pede Paz e Emprego

A população moçambicana pede no novo mandato do Presidente da República Filipe Nyusi, emprego, Paz e a redução dos níveis de Corrupção.

Nossa reportagem ouviu o que os cidadãos de Maputo esperam neste segundo cíclo de governação de Filipe Nyusi. A população de Maputo, embora céptica devido as incidências da zona norte não deixa de apelar e exigir que haja Paz definitiva no país sendo de Rovuma ao Maputo ou do Zumbo ao Índico.

O jornal Visão entrevistou Márcia Chiringo Estudante Universitária, munícipe da cidade de Maputo. Márcia, diz que no mandato anterior o Presidente tentou dar o seu máximo pois fez muito mas que neste segundo mandato deve esforçar-se mais,  porque nem todas as promessas foram cumpridas de 2014 a 2019, “eu acho que no mandato anterior o Presidente tentou dar o seu máximo, ele prometeu parar os ataques no centro e norte do País que até agora estão acontecendo, há uma necessidade de se reforçar na segurança das pessoas porque são vidas que se perdem”, disse Márcia.

Marcia, afirma que o problema do norte e centro do país deve ser a primeira preocupação do Governo, pois mesmo aqueles que sofreram nos Ciclones Idai e Kenneth ainda não tem onde ficar. Márcia aponta ainda que o ensino em Moçambique ainda carece de qualidade, visto que o país está cheio de jovens e o Governo tinha que aumentar mais universidades públicas pois nem todos têm condições de pagar faculdade privadas.

A nossa interlocutora lamenta também o facto dos professores fazerem cobranças ilícitas para os estudantes passarem de classe, “o ensino no nosso País ainda não tem qualidade, e lamento o facto dos professores cobrarem dinheiro aos estudantes para lhe fazerem passar de classe,  as universidades públicas são  poucas e o Governo tinha que aumentar mais porque nao é facil estudar numa faculdade privada”, acrescenta.

“A fiscalização  tinha que aumentar mais na vigilância porque não é justo nós os estudantes termos que repetir o exame devido as fraudes… os estudantes antes mesmo de realizar os exames já os têm nos seus telemóveis, há uma necessidade de se controlar os funcionários do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano. Se os estudantes têm acesso aos exames é porque alguém do MINEDH retira os mesmos antes para vender” falou Marcia.

Gilberto Armando Banze, contraria a opinião de Márcia dizendo que o País tem boa qualidade de ensino, mas o maior problema é a Corrupção, “pois muitos professores fazem cobranças aos estudantes”, acrescenta.

Gilberto pede as autoridades que construam mais Universidades, sob o risco de alguns por não conseguir entrar na faculdade se inscreverem em institutos privados que por sua vez alguns, “são fantasmas “.

“O nosso país em termos de qualidade de ensino é bom, o maior problema é a Corrupcão, nossos professores sempre andam a exigir valores dentro da escola que dizem beneficiar a escola enquanto não, eu gostava que se construíssem mais universidades porque muitos recorrem aos institutos que por sua vez são fantasmas… eu por não conseguir entrar na faculdade me inscrevi num instituto que mais tarde descobri que não estava registado, era um instituto fantasma que até hoje não fez a devolução dos valores que gastamos lá, numa soma de aproximadamente 70 mil meticais” revelou Gilberto.

Edgar Fernando do Rosário, jovem de 25 anos, na sua intervenção lamenta  a questão do Desemprego no País e diz ter percebido no mandato anterior que o Governo esteve mais preocupado com a situação dos ataques e dos Ciclones. “O nosso Presidente, no mandato anterior esteve mais preocupado com os problemas dos ataques do norte do País e também com o problema das calamidades naturais, digo, dos Ciclones que afectaram a província de Sofala, e esqueceu-se de cumprir com  a promessa de Emprego para os jovens”, lamentou Edgar.

Edgar revela que o país em termos da economia tem tudo para dar certo mas o problema da Corrupção atrasa o desenvolvimento. “A economia do de Moçambique tem tudo para dar certo mas o único problema é que o país está cheio de corruptos desde os dirigentes”, conta Edgar.

Continua…

281

Capa da Semana

Primeira Página em 60 Segundos - Jornal Visão Moçambique

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: