NÚMERO ELEVADO DE AGENTES DOENTES PREOCUPA A PRM

NÚMERO ELEVADO DE AGENTES DOENTES PREOCUPA A PRM

Um número elevado de profissionais da polícia da República de Moçambique que encontram-se doentes está a preocupar o comando geral da polícia, pois as baixas estão a comprometer o trabalho no garante da ordem e segurança pública no país. Segundo Bernardino Rafael, Comandante geral da PRM as doenças que afectam os agentes poderiam ser prevenidas, o a fonte falava esta quarta-feira (22) no cerimónia de patenteamento de 2298 agentes da PRM.

A cerimônia de patenteamento de 2298 nacionais dentre os quais 578 foram os representantes, 358 oficiais subalternos, sargentos e cabos, decorreu em Maputo e foi dirigida por Bernaldino Rafael. Na ocasião, o comandante afirmou que 2298 oficiais nacionais são patenteados a fim de garantir ordem e segurança a população. Reconhecendo os níveis de agentes doentes, Bernardino exortou que isso só poderá acontecer se a polícia cuidar da sua saúde. “Temos cerca de 4600 oficiais doentes, que não se encontram em condições para ajudar a pátria, destes 4600 oficias 1866 estão praticamente incapazes de se levantar devido a doenças que podiam ser protegidas, deste modo apelo a todos os agentes da PRM para que de protegem-se a fim de garantir a ordem e segurança porque polícias doentes são incapazes de ajudar a população”, exortou o Comandante-Geral.

Bernaldino Rafael frisou ainda que a corporação estava de prevenção desde o período da campanha eleitoral até a tomada de posse do presidente. “Hoje 22 de janeiro de 2020 declaro o fim da prevenção, vamos dar férias a todos os agentes da polícia para que possam resolver os seus pendentes e por trabalho feito com êxito. Todos os agentes devem lembrar-se que no acto das férias estarão de prontidão para garantir ordem e segurança, e voltaremos aos nossos trabalhos normais, lembrar que alguns agentes poderão ser chamados a fim de responder algumas tarefas específicas”, concluiu Bernardino.

 

 

1.195

Perfil do Editor

Nádio Taimo
Nádio Taimo
Editor-chefe do Jornal Visão.
Iniciou com a sua carreira Jornalística na Imprensa escrita em 2016 no Jornal Times of Mozambique. Conta com um prémio Jornalístico, 2º lugar do (Prémio Jornalístico sobre Cooperativismo Moderno - 2019 na categoria de Imprensa Escrita, organizado pela AMPCM. Já passou por vários jornais nacionais e trabalhou também como correspondente internacional.

Nádio Taimo é também Apresentador e Produtor de programas de Rádio, Redactor Publicitário e Escritor. Já ganhou um Prêmio "Poeta Revelação 2015". Contribui para o desenvolvimento das Comunidades de baixa renda como um agente Cívico, activista de Direitos Humanos, formado em liderança cívica pela Unisa Graduate School of Bussiness LeaderShip-SBL Alumni através do Yali na África do Sul.
Conta com outras formações como Acção Social, Empreendedorismo e Negócios, Técnico Médio de Comunicação e Multimédia, entre outras. ~

Nasceu a 06 de Novembro de 1995 na província de Maputo - Cidade da Matola - Moçambique, local onde fixou sua residência atual.

É comprometido com seu trabalho e família.

Editor-chefe do Jornal Visão. Iniciou com a sua carreira Jornalística na Imprensa escrita em 2016 no Jornal Times of Mozambique. Conta com um prémio Jornalístico, 2º lugar do (Prémio Jornalístico sobre Cooperativismo Moderno - 2019 na categoria de Imprensa Escrita, organizado pela AMPCM. Já passou por vários jornais nacionais e trabalhou também como correspondente internacional. Nádio Taimo é também Apresentador e Produtor de programas de Rádio, Redactor Publicitário e Escritor. Já ganhou um Prêmio "Poeta Revelação 2015". Contribui para o desenvolvimento das Comunidades de baixa renda como um agente Cívico, activista de Direitos Humanos, formado em liderança cívica pela Unisa Graduate School of Bussiness LeaderShip-SBL Alumni através do Yali na África do Sul. Conta com outras formações como Acção Social, Empreendedorismo e Negócios, Técnico Médio de Comunicação e Multimédia, entre outras. ~ Nasceu a 06 de Novembro de 1995 na província de Maputo - Cidade da Matola - Moçambique, local onde fixou sua residência atual. É comprometido com seu trabalho e família.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

One thought on “NÚMERO ELEVADO DE AGENTES DOENTES PREOCUPA A PRM

Comments are closed.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: