“O RESPEITO PELOS DIREITOS HUMANOS É RELATIVO” AFIRMA CUSTODIO DUMA

“O RESPEITO PELOS DIREITOS HUMANOS É RELATIVO” AFIRMA CUSTODIO DUMA

A busca pelos direitos humanos em Moçambique continua a ser um calcanhar de Aquiles, nos últimos meses se tem visto a policia a maltratar jovens e ate deficientes e não pare por ai, pois desde que o PR decretou o estado de emergência no país os números das vítimas de violência doméstica tem ganhado espaço no seio das famílias, são homens a serem vítimas de queimaduras de óleo quente, mulheres a serem espancadas até a morte e o recente caso de Matalane.

“Será que no nosso país se podem afirmar que os direitos humanos são respeitados? A quem acredita que os direitos humanos são relativos”, questiona DUMA e indaga-se.

Custodio Duma Presidente da Liga Moçambicana dos Direitos Humanos disse que Moçambique é um país cuja filosofia dos Direitos Humanos baseia-se na aceitação das convenções e da criação de um ambiente legal favorável, entretanto não consegue dar passos para a sua materialização.

“Daí que o respeito pelos Direitos Humanos é relativo e muitas vezes sem uma base protectora muito clara as razões para tal são de duas ordens: por um lado a mentalidade resistente a mudanças e por outro lado a impunidade, Quando não queremos mudar não podemos defender os Direitos Humanos, da mesma forma que quando não são punidos os prevaricadores as violações aumentam”, lamenta o Advogado.

Duma frisou ainda que as nossas políticas de emprego são muito confinadas às populações que vivem nos grandes centros urbanos do país.

“O emprego acontece onde há indústria, onde há serviços e onde há empreendedores. Isso só acontece nos grandes centros do país, o que exclui a maior parte dos cidadãos nas zonas rurais. Precisamos diversificar a nossa abordagem de empreendedor, criar mais indústrias e facilidades de crédito bancário. Com crédito bancário facilitado vai haver mais emprego”, aponta Duma.

A Fonte disse ainda em forma de parábolas que a questão dos Direitos Humanos é também uma questão de “Direitos Humanos”.

“Agora com o confinamento muitas violações de Direitos Humanos estão a acontecer às escondidas, como por exemplo a violência doméstica por causa do stress e falta de condições básicas. Este é um momento difícil para todos nós e o estado deve fazer campanhas de sensibilização no sentido de elevar a consciência de solidariedade, compreensão mútua, ajuda nas famílias e nos vizinhos para evitar situações ainda mais graves. A covid-19 é em si um desafio muito grande no contexto dos direitos humanos, limita todas as liberdades e deixa as pessoas sem condições, facto que mostra de que temos que estar preparados para evitarmos desafios de direitos humanos nos hospitais com a superlotação, como aconteceu em alguns países”. Frisou a fonte

79

Perfil do Editor

Redacção
Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: