Opinião: O futebol da divisão Nacional - Agostinho Mavota | Jornal Visão

Opinião: O futebol da divisão Nacional – Agostinho Mavota

Bateu fundo, muito fundo o nosso futebol.

Está consumado o pior cenário para a nossa prova mor da modalidade das multidões, que a cada ano vai perdendo este estatuto, neste belo mas,  problemático Moçambique.

O Moçambola 2019, trouxe uma cancela sobre o Rio Save, que divide  a região Sul ao resto do país, tornando realidade o sonho de uma classe política.
Mas,  porque a nossa maior  prova do futebol tem que entrar nesta onda de divisão do país?
Para mim simples de responder.
 Incompetência dos  nossos dirigentes desportivos, desde a direcção da Liga Moçambicana de Futebol  até aos dirigentes dos clubes ( estes com maior dose de responsabilidade), que brincam de fazer o desporto e neste circo de palhaçada,  consideram  o nosso futebol de profissional.
A decisão tomada na última Assembleia Geral da Liga Moçambicana de  Clube foi o forçar de uma falsidade que se vive o nosso futebol.
Querer fingir que estamos a ter o futebol unido pelo país.
Forçar um futebol  socialista num Estado de mercado capitalista.
Tapar o sol com peneira,  a uma fragilidade que foi criada ao longo dos anos.
O agrado eleitoral de aumentar o número de equipas.
Quando se tomou essa decisão, alinhei com aqueles que não concordavam com a ideia, porque sentia que aquele agradecimento ao voto estava a levar o Moçambola ao abismo.
Fui um morde ou mata botas( made in Filimão Suaze que trouxe aqui contrário de lambe botas ou escovas) da precipitação tida em subir o número de equipas no Moçambola.
Não fomos ouvido, com alegação na altura,  que havia verbas para realizar um campeonato com dezasseis formações e estavamos a ficar numa situação uniforme com os restantes países da região.
Hoje essa justificação,  divide a fina flor do nosso futebol pelo Rio Save.
O Sul terá o seu campeonato e as outras regiões o seu Moçambola.
Grave, gravíssimo este cenário de esquartejar a  maior festa do futebol nacional.
Tira a Unidade Nacional dos moçambicanos e tira a competividade que se precisa.
A fase final pode não ter equipas do Norte e aqui em baixo somente a Cidade de Maputo pode  fazer-se representar.
Gritante o que se passa no nosso futebol.
Perdeu-se uma boa oportunidade de se fazer um apagão do actual momento do futebol e desenhar uma nova forma de estar no mercado para a reestruturação do mesmo.
De iniciar uma nova abordagem, desde a mudança de atitude dos clubes, que tipo de parcerias e como enquadra-las na maquina de fazer do futebol, uma industria lucrativa.
Uma introspecção a nossa estrutura futebolística.
Licenciamento dos clubes , recintos desportivos e público alvo a atacar para a massificar e mobilização , estariam envolvidos neste novo pacote do futebol nacional.
O que foi ignorado por aquelas que definem o nosso futebol.
Perdemos todos, e no fundo ficou o futebol moçambicano.
Será que este figurino terá capacidade de manter as enchentes na zona Centro e Norte.
Como será em Vilanculos, Chibuto e Xinavane.
Na Cidade de Maputo, todos ja temos a resposta.
Agora eu me questiono, o investimento que os clubes fizeram é para jogar um futebol esquartejado?
Baía de Pemba subiu ao Moçambola para descer a Nacala, Nampula, Tete, Chimoio e Beira e não ter o prazer de passar o Rio Save?
O clube popular e histórico da Beira, o Textil do Pungué, volta ao Moçambola para não ter o prazer de fazer parar o Chiveve com a ida a Beira dos colossos de Maputo?
Desportivo Maputo, andou em batalha jurídica com Associação Desportiva de Macuacua, para continuar a jogar na zona Sul?
A organização desorganizada prepara as falhas e divide um povo.
O povo do futebol vai assistir o seu maior campeonato dividido.
Este ano, o Papa Francisco vai visitar Moçambique, aproveitemos a visita do Sumo Pontífice ao país e realizemos uma missa para o nosso desporto.
Estamos a precisar de pedir perdão e sermos perdoados pelos pecados que cometemos no desporto.
Precisa-se dessa salvação, e por isso mais uma vez, 
Com todo Fair Play, escrevi e disse.
Ajude-nos a crescer. Sua ajuda conta muito para nó
497

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×

Olá!

Envie sua notícia ou informação pelo WhatsApp, é seguro e sigiloso. Pode confiar ou envie-nos um e-mail para redaccao@jornalvisaomoz.com

× REPÓRTER É VOCÊ. ESCREVA-NOS AGORA!
%d bloggers like this: