OPOSIÇÃO SEM MANDATOS NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA A PARTIR DO CÍRCULO ELEITORAL DE GAZA

OPOSIÇÃO SEM MANDATOS NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA A PARTIR DO CÍRCULO ELEITORAL DE GAZA – É motivo para dizer que os ditos eleitores ″fantasmas″ na província de Gaza elegeram apenas o partido Frelimo para os representar na Assembleia da República a partir daquele círculo eleitoral. O partido no poder conquistou todos 22 mandatos para a Assembleia da República correspondentes a província de Gaza segundo os resultados divulgados este domingo (27) pela Comissão nacional de eleições.

Entretanto, num total de 1166011 eleitores inscritos em Gaza, apenas 729567 foram as urnas para eleger os futuros governantes, numero este correspondente a 62,57%, e os restantes 436444 correspondentes aos 37,43% de abstenções. Segundo a CNE o partido Frelimo obteve 66974 votos que correspondem a 95%, seguido pela Renamo com 1973 votos e uma percentagem de 2.8%, e os restantes 2,18% foram para o MDM com 15324 votos. De referenciar que nesta província cerca 11232 foram registrados como nulos, e 14198 em branco.

O maior partido da oposição do país apenas não conseguiu mandatos na província de Gaza, diferente do Movimento Democrático de Moçambique que não conseguiu mandatos em 06 províncias, nomeadamente, Gaza, Tete, Cabo-delgado, Niassa, Manica, Inhambane. Na diáspora todos os mandatos foram conquistados pela Frelimo. No total a Frelimo conquistou 184 mandatos, a Renamo conta com 60 e finalmente o MDM com apenas 06 mandatos o que quer dizer que esta formação política perdeu dois dos seus mandatos na eleição passada.

A CNE confirma a vitória do partido Frelimo em todas as assembleias provinciais e do seu candidato a presidência da República, Filipe Nyusi. Os partidos políticos da oposição não se fizeram presentes na cerimónia de divulgação dos resultados por motivo de não reconhecer os resultados aprovados pelo presidente da comissão nacional de eleições, Abdul Carimo, que votou para desempatar a votação dos 17 membros da CNE que 8 votaram na não aprovação. Finalmente divulgados os resultados que a oposição não reconhece, aguarda se a validação e proclamação final do Conselho Constitucional.

Por: Nádio Taimo

713

Perfil do Editor

Nádio Taimo
Nádio Taimo
Editor-chefe do Jornal Visão.
Iniciou com a sua carreira Jornalística na Imprensa escrita em 2016 no Jornal Times of Mozambique. Conta com um prémio Jornalístico, 2º lugar do (Prémio Jornalístico sobre Cooperativismo Moderno - 2019 na categoria de Imprensa Escrita, organizado pela AMPCM. Já passou por vários jornais nacionais e trabalhou também como correspondente internacional.

Nádio Taimo é também Apresentador e Produtor de programas de Rádio, Redactor Publicitário e Escritor. Já ganhou um Prêmio "Poeta Revelação 2015". Contribui para o desenvolvimento das Comunidades de baixa renda como um agente Cívico, activista de Direitos Humanos, formado em liderança cívica pela Unisa Graduate School of Bussiness LeaderShip-SBL Alumni através do Yali na África do Sul.
Conta com outras formações como Acção Social, Empreendedorismo e Negócios, Técnico Médio de Comunicação e Multimédia, entre outras. ~

Nasceu a 06 de Novembro de 1995 na província de Maputo - Cidade da Matola - Moçambique, local onde fixou sua residência atual.

É comprometido com seu trabalho e família.

Editor-chefe do Jornal Visão. Iniciou com a sua carreira Jornalística na Imprensa escrita em 2016 no Jornal Times of Mozambique. Conta com um prémio Jornalístico, 2º lugar do (Prémio Jornalístico sobre Cooperativismo Moderno - 2019 na categoria de Imprensa Escrita, organizado pela AMPCM. Já passou por vários jornais nacionais e trabalhou também como correspondente internacional. Nádio Taimo é também Apresentador e Produtor de programas de Rádio, Redactor Publicitário e Escritor. Já ganhou um Prêmio "Poeta Revelação 2015". Contribui para o desenvolvimento das Comunidades de baixa renda como um agente Cívico, activista de Direitos Humanos, formado em liderança cívica pela Unisa Graduate School of Bussiness LeaderShip-SBL Alumni através do Yali na África do Sul. Conta com outras formações como Acção Social, Empreendedorismo e Negócios, Técnico Médio de Comunicação e Multimédia, entre outras. ~ Nasceu a 06 de Novembro de 1995 na província de Maputo - Cidade da Matola - Moçambique, local onde fixou sua residência atual. É comprometido com seu trabalho e família.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

One thought on “OPOSIÇÃO SEM MANDATOS NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA A PARTIR DO CÍRCULO ELEITORAL DE GAZA

Comments are closed.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: