PREVENÇÃO DA COVID-19: VENDEDORES INFORMAIS SENSIBILIZADOS A SE CUIDAREM MAIS

Os vendedores informais do mercado municipal de Xipamanine em Maputo, beneficiaram de uma campanha de sensibilização sobre os cuidados a ter nesta época de pandemia e enquanto vigorar o estado de Calamidade Pública, acção desenvolvida pela Organização Não Governamental Espanhola CESAL em parceria com a Khandlelo-Associação para o Desenvolvimento Juvenil.

O evento, teve lugar nesta sexta-feira (14), abrangendo todos os informais que exercem suas actividades arredores do mercado Xipamanine, localizado no distrito municipal de Lhamanculo, contemplando também as pessoas que por lá se encontravam no momento da sensibilização sobre as medidas de prevenção.

Armindo Macuácua Coordenador da CESAL disse que esta campanha de sensibilização visa conter a propagação do novo coronavírus e a mesma insere-se no plano estratégico de apelar os vendedores para que se previnam do vírus.

“Este projecto acontece nos mercadores que estão ao redor da cidade de Maputo, isto é, já estivemos na mercado Fajardo e hoje estamos no Xipamanine. Esta mesma campanha visa ilustrar as pessoas sobre todas as medidas necessárias para se prevenir deste mal. Hoje fizemos distribuição de alguns kits compostos por máscaras faciais, sabão e álcool em gel ” relatou Macuácua.

A fonte foi mais além ao apontar que no mercado de Xipamanine se podem ser vistos alguns baldes de água mais que não contém o líquido precioso para a higienização das mãos.

“Entramos no mercado e vimos alguns baldes mas, existe um grande problema que é a falta de água, pois os vendedores não conseguem encher os mesmos, entretanto vamos oferecer carrinhas de mão que irão buscar a água da fonte principal para que possa distribuir no mercado e outros pontos. Ainda hoje pretendemos oferecer máquinas lava-pés para que os vendedores usem no mercado”, revelou Macuácua

Joaquim Paulo Técnico de Sensibilização frisou que já foram sensibilizados vendedores formais e informais em três mercados até esta parte, actividade destinada especificamente aos vendedores.

“As formações são feitas banca-a-banca para evitar o aglomerado, nós procuramos saber dos vendedores até que níveis estão informados sobre o covid-19”, disse Joaquim

De realçar que os vendedores do mercado Xipamanine na cidade de Maputo mostraram-se satisfeitos pela sensibilização e pelos kits de limpeza que receberam.

463
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.