PRM CONFIRMA SUA VIATURA NA POSSE DE INSURGENTES

PRM CONFIRMA SUA VIATURA NA POSSE DE INSURGENTES

“Confirmamos que a viatura é sim da polícia, a mesma foi encontrada em chamas porque acreditamos que caiu numa emboscada”- Bernardino Rafael

O comandante-Geral da polícia, Bernardino Rafael assumiu esta quarta-feira, que há uma viatura e fardamento da instituição que dirige, nas mãos dos supostos insurgentes que vêm protagonizando ataques armados desde 2017 na província de Cabo-Delgado. O comandante lembrou que se deve ter em conta que a polícia da República de Moçambique está num “Teatro Operacional” em que existem acções que podem prejudicar a ordem pública. Em suma trata-se de viaturas que foram encontradas em circunstâncias estranhas, que até então não se sabe se são malfeitores que fizeram esta emboscada. “Nós confirmamos que a viatura é sim da polícia, e a mesma foi encontrada em chamas porque acreditamos que caiu numa emboscada e as forças de segurança estão a trabalhar para apurar a veracidade dos factos”, relata o Comandante-geral.

Desde 2017 os insurgentes tem aterrorizado vários distritos da província de Cabo-Delgado, onde matam, mutilam, saqueiam e queimam casas das populações. Estas, desesperadamente buscam refúgio em zonas que consideram seguras nas províncias mais próximas, situação esta que criou um clima de insegurança em povoações de distritos como Mocímboa da Praia, Nangade e Macomia. A insegurança naqueles pontos do país levou o Governo a intensificar as acções militares naquela área do país, sobretudo nas regiões seriamente afectadas.
Os confrontos são intensos, tanto que o Ministério da Defesa Nacional de uns tempos a esta parte publicava os êxitos das Forças de Defesa e Segurança (FDS) no teatro das operações.

O comandante-geral Bernardino Rafael confirmou esta informação durante a inauguração de duas esquadras nesta quarta-feira (18) nos bairros de Zimpeto e Mafalala na cidade de Maputo, com o objectivo de garantir a ordem e segurança públicas bem como minimizar o índice de criminalidade.

Na mesma ocasião, Bernardino Rafael disse que a inauguração dos dois postos policiais tem como finalidade de garantir a ordem e tranquilidade públicas aos citadinos da capital. “Esperamos que os munícipes do bairro do Zimpeto possam se beneficiar com a 24ª esquadra, e que os mesmos possam dar muito trabalho a Polícia porque é bem sabido por nós que a missão da PRM é garantir a ordem e segurança públicas a todos os munícipes, a fim de reduzir o índice de criminalidade neste bairro e em todo o país”, refere o Comandante-geral.

Na ocasião, Manuel Guimarães representante do Governo da cidade de Maputo disse que o distrito KaMubukwana nos últimos anos tem registado maior índice de criminalidade. Só na semana passada no bairro do Zimpeto foi encontrado um corpo sem vida. “Esperamos que com o novo posto policial se possa minimizar o índice que tem preocupado os munícipes não só do Zimpeto mas sim de toda a cidade de Maputo… Esperamos que a Polícia possa garantir a ordem e tranquilidade públicas para uma circulação segura”, acrescentou a fonte.

Refira-se que KaMubukwana conta com cerca de 139.585 habitantes que irão se beneficiar dos trabalhos desta nova esquadra.

Questionado sobre os narcotraficantes em Cabo-Delgado, o comandante frisou que as forças de defesa e segurança tem estado a trabalhar para impedir a passagem de drogas para outros países. “Os jovens que traficavam foram detidos, os mesmos usavam passaportes Iranianos, e a PRM está a trabalhar neste caso para ter a clareza da proveniência exata da embarcação, e também saber se existem ligações dentro e fora do país”, concluiu.

1.112
×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: