JORNALISTA MANUEL MALATE IMPEDIDO DE TRABALHAR

JORNALISTA MANUEL MALATE IMPEDIDO DE TRABALHAR – Nas primeiras horas da o jornalista Manuel Malate tentou observar a assembleia de votos nº 01, em resposta a presidente da mesa impediu-o de entrar na sala de votos, alegando que havia uma burocracia de portas fechadas e ninguém mais podia entrar mesmo na ocorrência do processo eleitoral, sobretudo a polícia investigou o jornalista Malate, cuidado que fosse um intruso politico.Salientar que cidadãos que perderam cartões eleitorais, reclamaram interdição de exercer o direito de cidadania.

Dizer que na Escola Primária Completa de Matlemele registou alvoroço por partes de eleitores, da primeira Assembleia de votos porque alguns que chegaram tarde querem cortar as fileiras deixando detrás aqueles que chegaram cedo, o que obrigou os escrutinadores a parar o processo para reorganizar as fileiras para que o processo decorra de forma ordeira.

A consternação obrigou a Polícia da República de Moçambique-PRM a abandonar os trezentos metros de distância estabelecida por lei para acudir e garantir segurança no decorrer do processo eleitoral.

De salientar que depois do alvoroço um agente da PRM teve que ficar na porta da assembleia de votos nº 01, numa distancia 1,5cm e portava uma arma de fogo tipo AKM, e permanece lá apesar de estar entre cidadãos.

339
LEIA  Homem urina no banco do aeroporto e espanta todos passageiros
pt_PT
en_ZA pt_PT
%d bloggers like this: