EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS, CHAVE PARA GERAR UMA CONSCIÊNCIA FUTURA DUMA JUVENTUDE PREOCUPADA COM QUESTÕES AMBIENTAIS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS, CHAVE PARA GERAR UMA CONSCIÊNCIA FUTURA DUMA JUVENTUDE PREOCUPADA COM QUESTÕES AMBIENTAIS – A Cooperativa de Educação Ambiental Repensar criou em 2017 e lançou no mesmo ano na Escola Primaria 3 de Fevereiro o Projecto Escola Ecológica, um projecto piloto que em 2018 começou a trabalhar sob o lema “Semente para o Futuro”, uma iniciativa que está a ser implementada em Sete Escolas Primárias sendo uma na Matola e seis na cidade de Maputo. 2.004

Leia mais

GOVERNO E PARCEIROS REFORÇAM CAMPANHA PREVENÇÃO E COMBATE A CAÇA FURTIVA

Ministério da Terra e Ambiente lançou a campanha Prevenção e combate à caça furtiva no país, sob o lema “A Caça Furtiva Rouba de Todos Nós”. A campanha consiste na produção de documentários televisivos, pequenos spots para televisão e rádio, produção de póster para outdoors e materiais para mídia social com informações sobre a conservação da natureza para sensibilizar a sociedade na prevenção e combate à caça furtiva, combate ao tráfico de produtos de vida selvagem, bem como impulsionar o turismo baseado na natureza. 562

Leia mais

MOZAL ASSUME EXCEDÊNCIA DO NÍVEL DE RUÍDO AMBIENTE

A empresa de fundição de Alumínio Mozal, assume que excede os níveis de ruído ambiente e está em busca de alternativas para reduzir os impactos. Mesmo com larga experiência no mercado moçambicano e sendo a mais antiga a operar o mercado de exploração de Alumínio, a companhia continua sendo o maior poluídor do meio ambiente em grande escala. Em 18 medições efectuadas foram registadas três (03) excedências dos níveis de ruído ambiente. Segundo a empresa estas excedências são atribuídas ao incremento, não só da actividade industrial, como também a circulação de automóveis de cargas pesadas no parque industrial de Beluluane e no Porto da Matola. De forma geral de acordo com as campanhas de monitoria do ruído ambiente, os níveis estiveram abaixo do limite de 70dB admissíveis para áreas industriais. Esta empresa tem realizado numa base anual, campanhas de monitoria do ruído ambiente com o objectivo de determinar a qualidade

Leia mais

DESMATAMENTO FLORESTAL UMBELUZI: é a primeira vítima humana que vai vitimando outros habitantes do planeta

DESMATAMENTO FLORESTAL UMBELUZI: é a primeira vítima humana que vai vitimando outros habitantes do planeta – Moçambique é um país com significativa cobertura florestal. Florestas nativas e bosques cobrem 43% da massa terrestre, abrigando extensa biodiversidade e paisagens únicas. As florestas são fundamentais para o bem-estar social, ambiental e econômico do país. O desmatamento rápido, no entanto, está a ameaçar os ecossistemas e os meios de subsistência rurais, como a agricultura de corte e queimadas responsáveis por mais de 65% da cobertura florestal em todo o país. Os dados históricos do terceiro Inventário Florestal Nacional mostram que Moçambique tinha uma área florestal total estimada em 40 milhões de hectares e que no período compreendido entre 1991 a 2002 perdia em média 220 000 hectares por ano. 523

Leia mais

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM MAPUTO LONGE DA SOLUÇÃO

GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM MAPUTO LONGE DA SOLUÇÃO – Em Moçambique particularmente na cidade de Maputo a Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos, é uma realidade (mesmo sendo tardia e pouco funcional) os projectos que são desenvolvidos pela Autarquia (poder público), tendo participação de organismos não-governamentais. Na sua maioria é possível ter benefícios sociais, ambientais e econômicos da Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos (GRSU). 1.435

Leia mais

pt_PT
en_ZA pt_PT
%d bloggers like this: