VINTE E DOIS MORTOS E MAIS DE MIL DETIDOS EM UMA SEMANA

Na semana de 24 de
Fevereiro a 2 de Março do corrente ano, cresceram os números de acidentes de
viação, com registo de um aumento de 10 casos comparados com os meses de
Janeiro e princípios de Fevereiro que estavam na escala de 20.
Resultado de imagem para acidentes de viação MAPUTO

Por: Nádio Taimo 

Aumentou também para 31 o numero de acidentes
de viação, em consequência destes 22 pessoas perderam a vida e 37 contraíram
ferimentos das quais 17 graves e 20 ligeiros.
Dos 31 sinistros rodoviários, a maior parte foi
do tipo atropelamento de carro a um peão, num total de 19, 4 choques entre
carros, 5 despistes e capotamento, e 3 choques entre carro e motorizada.
Apesar dos esforços
que a Policia da Republica de Moçambique tem feito com o objetivo de reduzir
estes casos, o excesso de velocidade e a má travessia de peão, continuam sendo
apontados como as principais causas dos acidentes, segundo avançou o porta
voz da PRM,
Inácio Dina.  
Questionado se não
era o momento da polícia junto de seus parceiros reforçarem o plano de atuação
tendo em conta que os acidentes vêem aumentando a cada semana, Dina respondeu o
seguinte:” As medidas de atuação estão sendo reforçados diariamente,
vamos também apontar o dedo ao automobilista, estamos a falar de excesso de
velocidade, quem não está a controlar os limites de velocidade em função da
viatura que conduz e onde se faz locomover, têm regras e placas, quem não esta
a cumprir é o automobilista, é ele que deve ser apontado o dedo, mas
naturalmente com a participação de todos nós, a Polícia de trânsito esta a
tomar medidas para reduzir este problema.”
” A questão da
sinistralidade rodoviária continua a ser uma grande inquietação para as
autoridades polícias em todo território nacional”,
acrescentou a fonte.
No mesmo período em
análise, 11 automobilistas foram detidos por tentativa de suborno com valores
que variam de 60 a 6000 Meticais, fiscalizadas 45.104 viaturas, multados 5.620
motoristas, 356 viaturas aprendidas junto com 300 cartas de condução, 63
livretes e 37 condutores por condução ilegal.
Dos 126 casos
criminais registrados, os de contra patrimônio foram os que mais destacaram
se em 78 casos
correspondentes a 62%, seguidos de crimes contra pessoas em 21%, os contra
ordem e tranquilidade pública em 11%, 4% por perigo comum e os crimes de
informática e exercício ilegal de funções, ambos em 1%, contabilizando 126
crimes dois quais 87% correspondentes a 109 crimes foram esclarecidos.  

Das 9 armas de
fogo, duas do tipo AK47, uma pisto, uma SKS semi-automática, 5 caçadeiras e 43
munições de armas de fogo de diferentes calibres, recuperadas pela PRM nas mãos
alheias, 1.179 indivíduos recolheram as celas, destes 973 por violação da
fronteira, 6 por migração clandestina e 200 por delitos comuns.
343
LEIA  Mãe manda bebé ficar calado enquanto o vê ser esmagado por banco do carro
pt_PT
en_ZA pt_PT
%d bloggers like this: