Sasol promete criar mais condições para as empresas nacionais no próximo quinquénio

Sasol promete criar mais condições para as empresas nacionais no próximo quinquénio

Sasol promete criar mais condições para as empresas nacionais no próximo quinquénio – Numa mesa redonda realizada nesta terça-feira a CTA deu a conhecer as Pequenas e Médias Empresas as oportunidades de negócio existentes nos megaprojetos, onde a Sasol prometeu criar mais condições para as empresas nacionais nos próximos cinco anos.

Segundo o representante da Sasol António Fumo, a empresa promete criar condições para que os gastos com empresas nacionais que são cerca de 40%, possam subir para 70% nos próximos cinco anos. “Nesse momento existem cerca de 1100 empresas nacionais registadas e são aquelas que ao menos já fizeram algum negócio com a Sasol e o plano é que esse número cresça a cada vez mais” disse Fumo.

António Fumo frisou que em termos de oportunidades existentes para as PME,s são várias e que é difícil estimar um número porque elas surgem a medida em que há a necessidade de manter a operação estável e podem aumentar ou diminuir a cada ano.

Ainda na sua intervenção a fonte acrescentou que as PME,s devem ter capacidade de responder as exigências da indústria de oleio e gás, para isso elas têm que ser certificadas, treinando o seu pessoal humano, contabilidade organizada, recursos humanos, sistema de igualdade organizada e acima de tudo saber lidar com a higiene e segurança.

Por outro lado José Nuvunga falando em representação do Vale Moçambique disse que sua empresa está trabalhar no sentido de desenvolver o conteúdo local, tanto que em 2018 obtiveram dos seus fornecedores cerca de 72% de produção local num investimento de 17 milhões de dólares.

O representante da Vale Moçambique, apontou que esta participação num evento desta magnitude é mais para trazer as oportunidades de negócios, falando dos requisitos e o que é necessário para que as empresas se tornem representantes do Vale Moçambique.

 Nuvunga, salientou que em termos de oportunidades contrataram vários serviços e bens, adquirindo diversos materiais desde o simples parafusos até a um camião fora de estrada. Tendo contratado serviços como os de consultorias, ambientais, administrativos, de construção e mecânica.

Entretanto, o vice-presidente da CTA, Khabir Ibraimo apontou que esta é uma iniciativa que constitui um sinal de compromisso de todos que contribuem para a participação das pequenas e médias empresas no processo de prestação de serviços no sector extractivo particularmente na indústria de petróleo, gás e carvão.

Khabir Ibraimo realçou que estes planos irão trazer sem sombra de dúvidas maiores contributos para uma melhor participação do empresariado nesta emergente indústria, com vista alavancar a economia nacional e desenvolvimento das pequenas médias empresas.

1.167

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

One thought on “Sasol promete criar mais condições para as empresas nacionais no próximo quinquénio

Comments are closed.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: