SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?

SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?

“Situação Ambiental do País preocupa o Greenway” – Diferentes painelistas juntaram-se quinta-feira (17) no Centro Cultural Americano Martin Luther King para abordar diferentes temáticas ligadas ao meio ambiente em um workshop organizado pelo Projecto Greenway.
O grupo de quatro painelistas esteve composto por João Cipriano chefe de repartição de gestão de resíduos sólidos do Ministério da Terra Ambiente e Desenvolvimento Rural (MITADER), Edna Juga Médica-Clínica Geral, Osvaldo Iko Sociólogo, Ambientalista e Rapper e Fátima Domingos representante da Associação Moçambicana de Reciclagem (AMOR).

O lema escolhido para o workshop, “Será que é Meio Ambiente, porque já destruímos a metade”, tinha objectivo de encorajar e consciencializar os cidadãos principalmente a camada jovem a tomar práticas sustentáveis sobre a protecção do meio ambiente.

Jéssica Alface, fundadora do projecto Greenway, composto por estudantes universitários engajados em acções que possam produzir mudanças da situação ambiental em Moçambique e no mundo promovendo a criação de um sistema que manuseia resíduos sólidos, para que contribuam no desenvolvimento sustentável.

O projecto teve seu início em Janeiro do ano corrente e tem promovido acções de limpezas em locais públicos dentre eles, praias e escolas.

Jéssica na sua intervenção, reiterou a necessidade de haver mudanças através de pequenas atitudes como a substituição do uso do plástico por cestos durante as compras, substituição do plástico de uso único (copos descartáveis) por copos de vidro para reduzir o uso do plástico no país.

No entanto, o Chefe de repartição de gestão de resíduos sólidos do MITADER, João Cipriano, afirma que com base em alguns estudos(não citou) a quantidade de resíduos sólidos em Moçambique tende a reduzir. Na abordagem ao tema que fez relacionado com a Gestão de Resíduos Sólidos falou sobre o estágio do regulamento da Lei n° 16/2015, criada com o objectivo de fazer a gestão e controlo do saco plástico no país.

“Neste momento o Regulamento está na fase do controlo e gestão que reitera o controlo de todo o tipo de plástico que não deve ser usado, estando permitido o uso de plásticos que tiver acima de 30 micrómetros. Após a fase do controlo, seguirá a fase de avaliação que vai determinar se o país continuará com o controle ou banimento total e completo do uso do plástico. De referir que com o banimento completo do plástico, poderá se aplicar a política de plástico do uso único”, explanou João Cipriano.

SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?Além da lei 2/2015 em termos de políticas públicas o MITADER conta com outros regulamentos ligados ao meio ambiente com vista a equipar o país de instrumentos de gestão de resíduos sólidos urbanos dentre eles, o decreto sobre a gestão de resíduos sólidos urbanos de 2014, decreto 79/2017 sobre a responsabilidade alargada dos produtores onde se prevê que todos os produtores de resíduos deverão ser responsáveis pela gestão do produto que introduz ou produz no país até a sua eliminação final, lei que proíbe que sejam atirados ao mar produtos nefastos ao meio ambiente, o Diploma Ministerial para construção de aterros controlados, algumas directivas para construção de aterros sanitários.

ARTISTAS JUNTAM-SE A CAUSA PELO MEIO AMBIENTE – SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?

Ainda neste workshop, o ambientalista e rapper Osvaldo Iko com o título internacional de melhor mapeador de lixo no mundo pelo movimento “Let’s do it”, falou dos problemas da poluição plástica para o ambiente e para a saúde.

SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?Iko, disse que existe no mundo segundo dados retirados de alguns estudos mais de cinco bilhões de plástico espalhados pelo mundo e, o plástico é ainda uma dos maiores causadores do câncer no mundo.

Na sua chamada de atenção sobre os perigos do uso do plástico, Iko, afirmou que o plástico contém resina de petróleo e polímeros, substâncias química que são um perigo para a saúde humana pois, à medida que o plástico decompõe-se no meio ambiente libera substâncias que os seres humanos e animais inalam causando assim o câncer.

A fonte acrescentou ainda que a presença do plástico no país pode ser visto como sinônimo de má governação e que se a sociedade não pensar na forma como usa o plástico os seres humanos correm o risco de ficar em extinção.

Iko, apela que os cidadãos no mundo façam menor uso do plástico e que use a política dos 3R: Repensar, Reduzir e Reciclar.

CAUSAS NOBRES QUE DÃO VIDA AOS OUTROS – O LIXO QUE VIRA LUXO – SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?

SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?Sobre a responsabilidade social e sustentabilidade, Fátima Domingos representante da Associação Moçambicana de Reciclagem (AMOR), criada com o objectivo de promover e organizar os resíduos sólidos com impacto no país, disse que a iniciativa da associação é o empoderamento de mulheres sobretudo que vivem com HIV e de outro grupo de pessoas marginalizadas, a ganharem dinheiro catando de lixo e ajudarem na gerência do ECOPONTO que lida com a compra, venda e recepção de resíduos sólidos no país.

A AMOR tem-se engajado em várias matérias ligadas a acções de limpezas, influência na legislação ambiental bem como fazer vários trabalhos com as comunidades.

Fátima referiu-se a necessidade da educação ambiental sobretudo das crianças sem deixar de fora os adultos para que valorizem a reciclagem e tornem prática a acção de separação do lixo para que haja melhor sustentabilidade ambiental.

752

Perfil do Editor

Redacção
Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

One thought on “SERÁ QUE É MEIO AMBIENTE PORQUE JÁ DESTRUÍMOS A METADE?

Comments are closed.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: