Sob pretexto de profecias: Pastor mantinha relações sexuais com menor

Um pastor de uma igreja fingia profecias para manter relações sexuais com menores de idade. Após denúncia o falso lider, foi condenado a 17 anos de prisão e multa de dois anos que vai a taxa diária de 100 Meticais.

O pastor que terá se envolvido sexualmente e vivido maritalmente com uma menor de idade alegando ser uma profecia de Deus .

A sentença foi dada está terça – feira em Quelimane, pelo juiz presidente da Quarta Secção do Tribunal Judicial da província da Zambézia, Alexandre Zandamela .

O réu que responde pelo nome de João João Mazeliua, foi condenado por crimes de trato sexual com menor de doze anos de idade, e união forçada com criança , sendo que também terá de indeminizar a vítima a título de compensação pelos danos morais num valor de trinta e oito mil meticais .

977
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.