Ícone do site Jornal Visão Moçambique

Sobre o PAE: Presidente do Pelouro de Turismo da CTA diz que todo empresariado deve regozijar-se

Para Muhammad Abdullah, é deveras importante que os empresários de todas as categorias regozijem-se pela sapiência e acima de tudo pelas decisões acertadas que surgem e que o Presidente da República anunciou nesta terça-feira em Maputo, como forma de aliviar o alto custo de vida, e a para robustez e recuperação da economia.

Abdullah ressalva que na área que superintende, houve um alcance que há muito era almejado, tocando no ponto de facilitação dos vistos, dando um exemplo de países que já vem de longa data praticando este quesito como é o caso das Maurícias, entre outros.

“Portanto, é uma vitória para todos nós. Com esta visão do nosso Governo, através da Sua Excelência Presidente da República, ir-se-á dinamizar o turismo e teremos mais entradas de turistas”, disse.

Por outro lado, Muhammad Abdullah, reconheceu a importância das outras medidas anunciadas pelo Estadista Moçambicano, dizendo que, “tudo aquilo que vem incentivar a economia, o turismo é um sector transversal. Portanto, a partir do momento em que temos a economia mais robusta, seja na agricultura, seja na electrificação ou nas outras áreas que neste anúncio foram priorizadas pelo Governo, nós o Turismo com uma visão ampla e aberta só temos muito a aproveitar”.

Adiante, o responsável pelo Pelouro de Turismo da CTA, disse que este pacote de medidas vai incrementar a entrada de investidores e técnicos no território nacional, bem como o suporte para que as indústrias funcionem no país.

OPORTUNIDADES E DESAFIOS

Durante a entrevista exclusiva, Muhammad Abdullah, apontou que para além dos ganhos que o sector ganha, há no entanto, um desafio para os operadores turísticos nacionais(Privado e Público), implicando mais trabalho para conseguirem atingir por exemplo o grau que o sector agrícola atingiu.

“Porque de facto Moçambique, assim que é forte na agricultura, com estes recursos naturais todos nesse sector, precisa ter os mesmos ou mais para o turismo”, frisou Abdullah.

O nosso interlocutor, foi mais adiante dizendo que se o sector de Turismo no país conseguir igualar os avanços e produtividade como é o caso do agrícola, poderá na possibilidade e em virtude do trabalhão ganhar as reduções nos impostos, carga fiscal, para que de facto seja possível crescer ainda mais o sector e alcançar aquele objectivo que, “todos almejamos que é ser um país de referência mundial naquilo que é o turismo. Moçambique tem tudo para ser um destino turístico de excelência, por isso continuaremos a trabalhar, este é um passo, falo da facilitação de ter um visto online e é uma grande vitória para nós”, finalizou.

Durante o anúncio das medidas contidas no Pacote de Aceleração da Economia(PAE), o Presidente Nyusi, disse que será revisto o regime geral de atribuição de vistos e DIRE e melhorar os benefícios. Acresce-se ainda o comunicado do PR que para facilitar a entrada de investidores poderá se Isentar os vistos para países de baixo risco e alargamento do período de vistos para investidores bem como a implementação do pedido de visto online.   

730
Compartilhar isso
Sair da versão mobile