Um Projecto de Bill Gates quer substituir combustíveis fósseis

Um Projecto de Bill Gates quer substituir combustíveis fósseis – Com uma concentração de luz solar recolhida através de um campo de espelhos, a Holigen vai conseguir fornecer energia o suficiente para alimentar a produção de cimento, aço, vidro e outros processos industriai, uma indústria forte em emissões de carbono.

Segundo a imprensa europeia a empresa Heliogen pode tornar-se pioneira no setor da energia solar por ter descoberto uma maneira de usar inteligência artificial e um campo de espelhos para gerar calor acima dos mil graus Celsius. Na prática, a startup criou um forno solar capaz de atingir temperaturas que são aproximadamente um quarto do que o ser humano encontraria na superfície do sol.

Esta inovação significa que, pela primeira vez, a energia solar concentrada pode ser usada para criar o calor extremo necessário para a produção de cimento, aço, vidro e outros processos industriais. Por outras palavras, a luz solar, que é livre de carbono, pode substituir os combustíveis fósseis num setor económico forte em emissões de carbono que não foi afetado pela revolução da energia limpa.

“Estamos a desenvolver uma tecnologia que pode superar o preço dos combustíveis fósseis e não produzir as emissões de CO2”, contou à CNN Business Bill Gross, fundador e CEO da Heliogen. “E esse é realmente o Santo Graal.”

O jornal Econômico revela que a Heliogen, que é apoiada pelo homem mais rico do mundo Bill Gates e o proprietário do Los Angeles Times Patrick Soon-Shiong, acredita que a tecnologia patenteada será capaz de reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa desta indústria. O cimento, por exemplo, é responsável por 7% das emissões globais de CO2, de acordo com a Agência Internacional de Energia.

“Estou satisfeito por ter sido um dos primeiros a apoiar esta nova tecnologia de concentração solar de Bill Gross”, afirmou Gates num comunicado. ” A sua capacidade de atingir as altas temperaturas exigidas para esses processos é um desenvolvimento promissor para um dia substituir o combustível fóssil”.

Ao contrário da energia solar tradicional, que usa painéis na cobertura para capturar a energia do sol, a Heliogen está a desenvolver uma tecnologia que é conhecida como energia solar concentrada. Porém, esta tecnologia, que usa espelhos para refletir o sol num único ponto, não é nova. No ano passado foi usada para produzir eletricidade e, de uma forma limitada, criar calor para a indústria. Agora já é usada em Omã para fornecer a energia necessária para a perfuração de petróleo.

Por enquanto, Heliogen está directamente focada em energia solar. Um problema com a energia solar é que o sol nem sempre brilha e as empresas industriais como fabricantes de cimento têm uma necessidade constante de calor. A Heliogen explicou que resolveria esse problema contando com sistemas de armazenamento que podem reter a energia solar durante os dias mais cinzentos ou de chuva.

Enquanto isso, a Heliogen vai precisar de uma dose saudável de capital para expandir e está a trabalhar com investidores para obter mais financiamento.

Leia mais notícias no nosso portal e partilha estas actualidades com os demais leitores:

  1. https://jornalvisaomoz.com/ainda-ha-manifestantes-dentro-da-universidade-politecnica-de-hong-kong/

UEM inaugura primeiro Centro de Treinamento em Radioterapia

 

UEM inaugura primeiro Centro de Treinamento em Radioterapia

 

657
Fechar

Capa da Semana

Fresquinha e Quente está a edição número 105

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: