UNIVERSIDADE JOAQUIM CHISSANO CELEBRA 79 ANOS DO DIA INTERNACIONAL DOS ESTUDANTES | Jornal Visão

UNIVERSIDADE JOAQUIM CHISSANO CELEBRA 79 ANOS DO DIA INTERNACIONAL DOS ESTUDANTES

UNIVERSIDADE JOAQUIM CHISSANO CELEBRA 79 ANOS DO DIA INTERNACIONAL DOS ESTUDANTES

A efemeride criada em Londres em 1941, pelo Conselho Internacional de Estudantes (a atual União Internacional de Estudantes), com delegados de 26 países, marca uma época de evolução do estudante que vai abraçando o lado social e olhando para política em Segundo plano.

A Universidade Joaquim Chissano reservou um tempo nesta terça-feira para as celebrações do dia internacional dos estudantes,  fazendo do momento um espaço de reflexão conjunto sobre a data.

Ana Maria Nhampule Vice-reitora da UJC, explicou que o dia de hoje é uma data que celebra-se a nível internacional, simboliza  a comemoração de uma  ação estudantil que ocorreu durante a ocupação nazista ao território da Checoslováquia.

“Durante vários dias os estudantes revoltaram-se e tentavam resistir a ocupação nazista. Hoje o mesmo movimento é denominado União Internacional dos Estudantes e em Moçambique  é chamado União  Nacional dos Estudantes(UNE)  e cada universidade tem a sua associação de estudantes”, referiu Ana Maria.

Francisco Marcelo um dos estudantes daquela instituição disse a nossa equipa de reportagem que esta data é simbólica, mas também é um dia para reviver os esforços que os estudantes têm feito, pois é sabido que toda mudança é feita por jovens, jovens estes que devem procurar ajudar no desenvolvimento do pais.

“Esta data está a ser comemorada numa altura em que o país assim como o mundo estão a ser assolados pelo novo coranavirus, facto este que temos dificuldades em ter aulas, outras turmas encontram-se divididas, e nós como estudantes temos que colocar a mão na consciência para ver o que podemos fazer para ajudar o nosso país neste tempo difícil”, disse Francisco.

Por seu turno Kimo Caetano Presidente da Associação dos Estudantes do UJC frisou que é preciso valorizar os direitos dos estudantes ou seja é necessário que as faculdades criem condições adequados para um ensino de qualidade.

“É preciso que os estudantes tenham lugares específicos para desenvolver as pesquisas, assim sendo acredito que mais do que nunca é preciso que as universidades repensem como formar quadros com qualidade e não se importar só com a quantidade dos quadros, vale reforçar que esta associação tem dois anos”, avançou KIMO.

O Dia Mundial dos Estudantes celebra-se a 17 de novembro, pois em 1939 um grupo de estudantes da antiga Checoslováquia lutou heroicamente contra as tropas nazis que atentavam contra a liberdade do povo deste país. As universidades do país foram fechadas na madrugada de 17 de novembro e as forças nazis invadiram a sede da Federação Central de Estudantes Checoslovacos matando dirigentes e levando centenas de estudantes para campos de concentração.

Ajude-nos a crescer. Sua ajuda conta muito para nó
118

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×

Olá!

Envie sua notícia ou informação pelo WhatsApp, é seguro e sigiloso. Pode confiar ou envie-nos um e-mail para redaccao@jornalvisaomoz.com

× REPÓRTER É VOCÊ. ESCREVA-NOS AGORA!
%d bloggers like this: