VENDEDORES DO MERCADO BENFICA QUEREM NOVOS BALNEÁRIOS

VENDEDORES DO MERCADO BENFICA QUEREM NOVOS BALNEÁRIOS

A falta de balneários Públicos inquieta vendedores do mercado Benfica no bairro George Dimitrov, Distrito KaMubukwana na capita do país. Os vendedores apontam que o mercado tem somente um balneário público, e que se encontram em péssimas condições em termos da Higiene. Segundo os mesmos o balneário feminino está entupido e por essa razão, as mulheres usam o balneário dos homens.

Enoque Fenias Inguane, vendedor há cinco anos no mercado, lamenta o facto de as mulheres e os homens usarem o mesmo balneário, pelo motivo do balneário feminino estar entupido, e do momento não pode ser usado. “Casa de banho para todos tem, mas o problema em causa é de as mulheres usarem junto connosco o mesmo balneário”, explanou a fonte. Unique lamenta também a questão da higiene que o balneário encontra-se.

O entrevistado revelo-nos que normalmente faz o uso do balneário três vezes por dia, e que para se usar o balneário tem um valor que deve-se pagar, para as necessidades menores são dois meticais e para as necessidade maiores o valor é de cinco meticais. Inguane diz ainda que o dinheiro que paga tem influenciado negativamente nos seus projectos assim como no seu negócio porque não percebe os porquês de pagar com balneários em mais condições. “A higiene é drástica, o mau cheio também não fica de lado, eu normalmente uso três vezes o balneário”, concluiu Enoque.

Leia a edição completa aqui

Edição 103

Por outro lado, Amenoche Paruque revela que a higiene nos balneários é razoável, e lamenta o facto de as mulheres usarem o mesmo espaço com os homens, e acrescenta que o mercado precisa ser reabilitado no seu todo. “O atendimento está mais ou menos, a limpeza também está balanceada, a casa de banho feminina está com problemas e assim usamos todos juntos o mesmo espaço, eu acho que tinha que se melhorar o próprio mercado porque as casas de banho não estão assim em boas condições, as foiças estão cheias”, afirmou a fonte.

Outro vendedor falado em anonimato por tremer represarias por parte da direcçao do mercado revela que fora do mercado tem um novo balneário mas com preços diferentes, e estes por vezes tem optado neste fora do mercado. O interlocutor acrescenta ainda que no novo balneário não tem problemas das foiças ficarem entupidas, o único problemas que tem é a falta de agua porquê não tem torneiras. “No mercado só temos uma e única casa de banho, as condições não são das melhores, tem um novo balneário fora do mercado com preços diferentes com o balneário do mercado, para as necessidades menores são cinco meticais, maiores são fez meticais e para tomar banho são 20 meticais”. A fonte concluiu afirmando há uma necessidade de construir-se mais casas de banho, ou reabilitar-se todo o mercado porque quando chove a situação piora.

Crimildo Saveca, vendedor há 17 anos revela que as condições são péssimas. A mesma conclui que, a senhora que faz limpeza, faz de tudo para minimizar o mau cheiro, e que ela assim como outros vendedores recorrem a nova casa de banho por esta estar em melhores condições. Contada a direcçao do Mercado a mesma negou de pronunciar-se a imprensa. De realçar que o problema neste mercado tem aumentado em tempos chuvosos, onde os vendedores e clientes são obrigados a conviver com o mau cheiro libertado pelas foiças que estão cheias.

 

Edição 103 – 31 de Janeiro 2020
452

Perfil do Editor

Redacção
Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

Propriedade de Edições do Jornal Visão, Registado na República de Moçambique em Dezembro de 2016 no Gabinete de Informação, Instituição de Tutela sobre o sector da comunicações e radiodifusão com procedimentos dos ministérios da Justiça, Interior, Comércio e Indústria e dos Transportes e Comunicações. Publicações Semanais por PDF e diárias através do Website www.jornalvisaomoz.com. Notícias de Moçambique e do mundo na hora certa, com factos e argumentos fiáveis e credíveis.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie-nos um e-mail para admin@jornalvisaomoz.com

× DENUNCIE SEM MEDO AGORA!
%d bloggers like this: