Província | Jornal Visão

VIATURA DA KHURULA INVESTIMENTOS ENVOLVIDA NO TRANSPORTE DE IMIGRANTES ILEGAIS NA ZAMBÉZIA

O serviço Nacional de Migração na Zambézia deteve 19 cidadãos de nacionalidade Paquistanesa que tentavam entrar em Moçambique ilegalmente.

Os mesmos foram neutralizados no posto fronteiriço de Nunhoma no distrito de Nicoadala num momento em que eram transportados por uma viatura da empresa Khurula Investimentos vinda de Nampula, cujo destino era a capital do país.

Os poucos dados na posse do Semanário Jornal Visão, apontam que a viatura servia de escudo e manipulação para que os 19 imigrantes ilegais não fossem rastreados pela corporação tratando-se de um veículo de uma empresa.

Segundo Reginaldo Mussoronga Chefe da Repartição de Relações Públicas da Direcção Provincial do SENAMI na Zambézia os cidadãos paquistaneses agora a contas com as autoridades estavam a ser levados para Maputo a mando de um cidadão residente em Mocuba.

Por seu turno, Arnami Raúl acompanhante dos imigrantes retidos na Zambézia, explica que fez o trabalho a mando do seu tio residente na cidade de Mocuba na província da Zambézia que o orientou para que acompanhasse os imigrantes até Caia.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.