Yaqub Sibindy ataca Nyusi e diz que há intenções de roubar mais o povo

O Presidente do PIMO, pronunciou-se nesta quinta-feira na sua conta do Facebook sobre o anúncio de supostos candidatos a presidência do país para substituir FILIPE NYUSI, no próximo mandato, o que segundo Yaqub Sibindy, é prematuro e mostra claramente que: “Anunciar agora candidatos à substituição do Nyusi, é uma estratégia maquiavélica para desviar a opinião pública dos saques e roubos que a Frelimo vai fazer neste mandato!”, atira Sibindy.

Yaqub Sibindy que abandonou a junção aos grupos que recebem dinheiro da CNE em 2004, quer regressar em 2023/2024 forte do que nunca para mostrar aos moçambicanos sobre sua estratégia de Governação que segundo ele assenta-se no domínio popular. Na concepção do PIMO e seu líder o projecto ora denominado Novo Moçambique(à semelhança do nosso canal de TV denominado NOVO MOÇAMBIQUE), permitirá que Moçambicanos tenham domínio da terra, principal recurso para inclusão económica.

O PIMO, rebenta agora pois em 2019 teria se referido a fraude nas eleições entes mesmo de elas acontecer, o que suscitou dúvidas a oposição com assento na Assembleia da República e precipitou a divisão deste grupo com os que estão fora da casa do povo.

Yaqub Sibindy não poupa esforço para mostrar ao povo que a única estratégia de desenvolvimento inclusivo economicamente é com base na agricultura familiar baseda  no negócio.

 

CONTINUA

 

Adiante o PIMO lança mais uma das suas opiniões sobre a governação da FRELIMO.

DEPOIS DA CONSTITUIÇÃO DO GABINETE DO PRESIDENTE DA RENAMO, SUA EXCELÊNCIA OSSUFO MOMADE, DIRIGIDO POR SEU DIRECTOR, DR VIANA MAGALHÃES, O PIMO SUGERE COMO PRIMEIRO PASSO DE PARCERIA ELEITORAL:

1 – Consolidação da Figura de Único Candidato da Oposição que representaria o Estatuto do Símbolo da Mudança Governamental!

2 – Constituição de um Gabinete de Assistência Jurídico e Fiscalização Eleitoral para gradear às janelas de roubos de votos, envolvendo observadores jurídicos vindo das Ordens dos Advogados dos Países membros da CPLP, a fim de garantir a transparência de todo o processo eleitoral e assistir a formação antecipada dos fiscais de mesa, muito antes das eleições! Prestando advocacia à todo o processo eleitoral!

3 – Elaboração do Plano Estratégico de Governação – Master Plan com o material recolhido dos vários partidos políticos da oposição + a Sociedade Civil que já possuem individualmente os seus projectos de governação partidária!

A Comunidade Académica moçambicana, devia ser convidada para qualificar cientificamente, esse documento de extrema importância para a Governação Científica e Responsável do País, garantindo assim a qualidade exigível para o cidadão votar num projecto sério de Governação e não em promessas utópicas para aldrabar o Cidadão e roubar dinheiro dos parceiros internacionais!

O Gabinete do Presidente Ossufo Momade, devia se pronunciar sobre esta proposta!

Desde já o PIMO manifesta a sua disponibilidade de integrar nesse Gabinete, daí, de mãos dadas avançar para à Constituição Urgente do GABINETE ESTRATÉGICO DE PLANIFICAÇÃO ELEITORAL – GEPE, com vista a oferecer à opinião pública uma referência física para a Oposição se interagir com qualquer instituição colectiva ou singular, nacional ou estrangeira que esteja interessada em contribuir para a Victória da Oposição liderada por Sua Excelência Ossufo Momade!

498

Capa da Semana

Fresquinha e Quente está a edição número 105

Anuncie aqui – 872007240

PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
PUBLICIDADE E ANÚNCIOS
%d blogueiros gostam disto: