Por negligência MISAU manda incinerar material hospitalar avaliado em 20 milhões de meticais » Jornal Visão

Por negligência MISAU manda incinerar material hospitalar avaliado em 20 milhões de meticais

Hoje(19), o CIP divulgou documentos que revelam a incineração de milhares de materiais fora de prazo sob alegação de se ganhar mais espaço para armazenar o recentemente adquirido.

O CIP, cita uma nota oficial datada de 09 de Abril de 2020, onde a vice.ministra da Sa+ude, Lídia de Fátima da Graça Cardoso ordenou que fossem retirados e incinerados “no mais curto espaço de tempo”, milhares de materiais fora de prazo para se “ganhar mais espaço no armazém”. Trata-se de produtos adquiridos através do Orçamento do Estado.

A existência de produtos fora de prazo e em desuso, no armazém da Central de Medicamentos e Artigos Médicos, em Maputo, é um claro indício de que os processos de planificação e distribuição de artigos ou materiais sanitários são deficientes. Esta situação gera sempre crises de ruptura de stocks nos hospitais e Centros de saúde nas províncias e nos distritos enquanto estes insumos se encontram armazenados em Maputo.

O CIP chama a atitude do MISAU de Negligente e impune, pois segundo a organização não se pode assumir que mais de 20 milhões de meticais sejam jogados no lixo, quando diariamente centenas de unidades hospitalares reclamam da falta de medicamentos

Clique para acessar o MISAU-manda-incinerar-material-hospitalar-1.pdf

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.