Governo sul africano ainda no silêncio sobre a extradição do ex-ministro das finanças Manuel Chang » Jornal Visão

Governo sul africano ainda no silêncio sobre a extradição do ex-ministro das finanças Manuel Chang

O Ministro da Justiça Sul Africana Ronald Lamola não respondeu aos apelos de manifestantes da sociedade civil moçambicana para extraditar o ex-ministro das finanças, Manuel Chang, para ser julgado nos Estados Unidos sob a acusação de fraude e aceitação de suborno.

Chang está sob custódia na África do Sul desde Dezembro de 2018, quando foi preso no Aeroporto Internacional OR Tambo a caminho de Dubai. Ele é procurado nos Estados Unidos por causa de acusações de conspiração para cometer fraude e receber milhões de dólares em subornos no escândalo do empréstimo de 2,2 Bilhões dólares norte-americanos em Moçambique.

Em declarações a jornalistas em Pretória, Adriano Nuvunga, director do Centro Para Democracia e Desenvolvimento em Moçambique, disse haver “cumplicidade entre o governo moçambicano e sul-africano” devido à relação fraterna entre o ANC e o partido Frelimo, ” e achamos que isso está a ter mais importância do que o estado de direito “. Ele também acreditava que a relação entre as partes estava em prioridade em detrimento dos pobres e sofredores.

Nuvunga fez parte de um grupo de activistas da sociedade civil, sob o estandarte dos Defensores dos Direitos Humanos da África Austral, a fazer piquete perante o alto-comissário moçambicano em Pretória sobre o assunto.

Ele disse que o escândalo de empréstimos ao país o deixou com uma crise sócio-económica, incapaz de cuidar adequadamente dos doentes ou de lidar com a violenta insurgência no norte do país.

O Tribunal de Magistrados de Kempton Park, em Abril de 2019, decidiu que Chang deveria ser extraditado para os Estados Unidos, depois que Moçambique fez um pedido semelhante. Havia, no entanto, temores de que a justiça não seria feita se Chang retornasse a Moçambique.

 

Leia mais: Lamola ainda não chegou a uma decisão sobre o destino de extradição do ex-ministro das finanças de Moçambique

 

 

 

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.