14.000 pacientes abandonaram o tratamento antirretroviral na Zambézia. 

De acordo com a informação divulgada, mais de 14 mil doentes abandonaram o tratamento antirretroviral só na província da Zambézia no primeiro trimestre deste ano. Nesta província, mais de 300.000 doentes infectados com HIV/SIDA recebem tratamento antirretroviral em 268 unidades de saúde que prestam o tratamento, chegando também a doentes que não têm acesso a unidades de saúde através da entrega de medicamentos nas suas casas.
Paralelamente ao abandono do tratamento na província da Zambézia, a província de Maputo registou mais de 7.000 pessoas diagnosticadas com HIV/SIDA só no primeiro trimestre deste ano.
Diante dessa situação, o PENSA como plataforma de saúde, gostaria de disponibilizar uma pesquisa à população para entender o motivo desses números alarmantes. Para isso, gostaríamos de ouvi-lo sobre as perguntas que devem fazer parte desta pesquisa.

535
Compartilhar isso

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.