google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0 google.com, pub-7868974546359612, DIRECT, f08c47fec0942fa0

A partir de Moçambique: GALP reforça o fornecimento Gás de Petróleo Liquefeito na SADC

Esta garantia surge do investimento feito pela GALP Moçambique num montante de 12 milhões de dólares norte-americanos, na construção de uma nova linha de enchimento de garrafas de GPL (gás para consumo doméstico).

“Estes investimentos vão assegurar que GPL chegue a quem precise, com benefícios para a vida diária de milhares de famílias, e também para o ambiente. Vão também criar as condições para que a Galp possa, a partir de Moçambique, dinamizar a sua presença na eSwatini, mas também na África do Sul, Zimbabwe e Zâmbia, entre outros mercados”, declarou Paulo Varela, CEO da Galp Moçambique.

O ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, João Machatine, e o CEO da Galp, Andy Brown, inauguraram esta semana, a nova linha de enchimento de garrafas de GPL, inserida na renovação total do Parque de Enchimento de GPL & Armazém de Lubrificantes da Galp na Matola, aumentando a fiabilidade, segurança e capacidade de enchimento de combustível. Deste modo, fica garantido o abastecimento sem rupturas de GPL em todo o país e o seu acesso a um número cada vez maior de famílias moçambicanas.

O novo carrossel de enchimento integrado nas obras de renovação – cuja empreitada envolveu 234 operários, 90% dos quais moçambicanos, vai encher 20 garrafas de 45 quilogramas e 1200 botijas de 11 quilogramas por hora, aumentando significativamente a capacidade máxima anterior. 

Além disso, o novo equipamento é completamente automatizado, integrando um sistema digital de controlo da calibragem que garante a padronização do volume de GPL e do número de garrafas.

“O actual número de consumidores de gás de cozinha ascende a 1.200.000 pessoas e, com esta modernização, o número irá atingir 1.500.000, representando um incremento de cerca de 25%”, garantiu o ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos.

“Com a renovação total da cadeia logística de GPL, a Galp aumentou a sua capacidade de enchimento de garrafas de gás e a fiabilidade de uma fonte de energia mais limpa para os moçambicanos. É inspirador podermos contribuir de forma tão visível para o progresso de um país onde nos sentimos em casa há mais de 60 anos”, afirmou o CEO da Galp.

A nova linha de enchimento da Galp Moçambique é a mais recente etapa do seu investimento continuado no âmbito do gás para consumo doméstico, de forma a garantir a satisfação plena das necessidades das famílias moçambicanas. Além dos novos equipamentos ontem inaugurados, salienta-se, por exemplo, o aumento substancial da capacidade do Terminal Logístico da Matola (GIMTL), equipamento inaugurado no final de 2020 e cuja capacidade de armazenamento é determinante para a segurança energética da capital do país.

Paulo Varela, CEO da Galp Moçambique, sublinhou, na ocasião, o contributo da renovação do Parque da Matola para a expansão da empresa no mercado da África Austral e, principalmente, para o desenvolvimento inclusivo e sustentável de Moçambique e o bem-estar dos moçambicanos.

 

Leia mais:

Edição 148 de 26 de Novembro

Comentários do Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *